quinta-feira, 16 de março de 2017

Vitória derrota Vasco no Barradão e avança de fase na Copa do Brasil

(Foto: Futura Press)


Com um gol do zagueiro Alan Costa, o Vitória conseguiu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil. O time baiano derrotou o Vasco por 1 a 0 no Barradão, após empate em 1 a 1 no jogo de ida, em São Januário, e garantiu a vaga. O resultado deixa Cristóvão Borges, treinador do Cruz-Maltino, ainda mais pressionado, com boa parte da torcida pedindo a saída do técnico.


Classificado, o Vitória conhecerá nesta sexta-feira seu adversário na próxima fase. Um sorteio será realizado na CBF às 14h30 (de Brasília). O Vasco, por sua vez, volta a atenção para o Campeonato Carioca: enfrenta o Botafogo no próximo domingo, no Engenhão. 

Precisando de gol para se classificar, o Vasco teve novidades na equipe titular. Guilherme e Escudero entraram nos lugares de Wagner (vetado por dores no tornozelo esquerdo) e Kelvin. As mudanças, porém, não surtiram tanto efeito, num primeiro tempo fraco tecnicamente das duas equipes. O Cruz-Maltino ainda teve um desfalque logo aos cinco minutos, quando o zagueiro Rodrigo foi substituído por Jomar, ao sentir uma fisgada na coxa.

Mesmo com a vantagem, o Vitória tomou mais a iniciativa no primeiro tempo. Teve a bola a maior parte do tempo, rondou o gol do Vasco, mas não criou chances efetivas. A melhor oportunidade foi do Vasco, num contra-ataque em que Guilherme chutou em cima de Fernando Miguel - Luis Fabiano estava livre ao seu lado. 

O Vitória voltou mais perigoso no segundo tempo. Nos primeiros minutos, ameaçou em cabeceios de Kieza e Cleiton Xavier. Logo depois, veio a recompensa: aos 13, Gilberto cortou errado na área, e a bola sobrou para David, que chutou em cima de Martín Silva. No rebote, Alan Costa abriu o placar.

Coube ao Vasco se lançar mais ao ataque, sem sucesso. O time cruz-maltino sequer ensaiou pressão. Lançou-se de forma desordenada e viu o Vitória encaixar diversos contragolpes. Na melhor chance, Luis Fabiano, pouco acionado no jogo, cabeceou firme para boa defesa de Fernando Miguel. Nem a entrada de Thalles no lugar do volante Jean aumentou o poderio ofensivo da equipe carioca, que deu adeus à competição.  

Em seu segundo jogo pelo Vasco, o Fabuloso foi pouco acionado. Ele apareceu duas vezes, em duas cabeçadas. Além disso, não foi tão participativo e se viu isolado em diversos momentos da partida. 

Neste ano, o Vitória acumula 12 vitórias, dois empates e uma derrota. Além da classificação na Copa do Brasil, é líder do Campeonato Baiano e também está perto de avançar na Copa do Nordeste.

Globo Esporte