domingo, 2 de abril de 2017

Abuda marca, Comercial sai na frente, mas MAC consegue empate na Joia

Comercial e Marília ficaram no empate por 1 a 1, na manhã deste domingo, no estádio Palma Travassos. Os gols aconteceram no primeiro tempo, com Abuda, para o Leão do Norte, aos cinco minutos, e Marcondele, aos 17, para o MAC.


A igualdade na Joia deixou também inalterada as situações dos times na tabela da Série A3 do Paulista. O Comercial tem 22 pontos, está em 12º lugar, mas ameaçado pela zona de rebaixamento. O Marília foi a 24, e permaneceu em 10º lugar, sem entrar no G-8.

Os dois times voltam a jogar na quarta-feira. O Leão entra em campo às 19h30, em Jundiaí, para enfrentar o Paulista. Às 20h, o MAC recebe o Flamengo-SP, no Bento de Abreu.

Tudo no primeiro tempo

Aquela preguiça típica dos domingos pela manhã passou longe do Palma Travassos, assim como o rotineiro calor das 10h em Ribeirão Preto – os termômetros marcaram “só” 25º C na Joia. Sem adversários externos, Comercial e Marília ficaram concentrados na partida, e o jogo fluiu, ao menos no primeiro tempo. Com pressa para resolver o confronto, o atacante Abuda desencantou com a camisa do Bafo e balançou a rede logo aos cinco minutos de bola rolando, após escanteio que ele se adiantou e cabeceou forte, sem chances para o goleiro Eder - foi seu primeiro gol em seis jogos pelo Alvinegro.

O MAC também tinha pressa e não demorou a empatar. Aos 17, o meia Marcondele cruzou fechado na área, a bola passou por todo mundo, inclusive o goleiro Otávio e parou dentro do gol do Leão.

O ritmo da partida foi mantido, com outro chute de Marcondele, mas que Otávio dessa vez conseguiu intervir, e uma entrada de Eder sobre Abuda, na grande área, bastante contestada pelos comercialinos, que pediram pênalti.

Ainda no primeiro tempo, o técnico do Leão, Luciano Dias, precisou fazer duas alterações por problemas físicos do meia Jé e do atacante Tiago Moura, que saíram para as entradas de Mirrai e Pablo.

Na etapa final, o Marília dominou a partida, mas foi pouco objetivo. O Comercial tentou equilibrar em jogadas de Abuda e Cadu Barone. Sobrou vontade, mas faltou pontaria para o time de Ribeirão Preto alterar o placar do jogo.

Globo Esporte