terça-feira, 4 de abril de 2017

Caso Eldense: Luis Enrique diz que Barça B é vítima e apoia investigação

(Foto: EFE/Andre Dalmau)


Barça B, segundo time do Barcelona que disputa a terceira divisão da Espanha, viu-se no meio de uma polêmica nos últimos dias e ganhou o apoio de Luis Enrique, técnico do grupo principal. A equipe aplicou uma goleada de 12 a 0 sobre o Eldense, no sábado, rebaixando o adversário à quarta divisão. E após denúncia do jogador Chekh Saad, que não participou do jogo, foi aberta investigação em cima de suposta manipulação de resultado.


Essa investigação levou à prisão do italiano Filippo di Pierro, técnico do Eldense. Além disso, o clube rescindiu o contrato que tinha com um grupo de investimento italiano e suspendeu temporariamente as atividades do futebol profissional.

Luis Enrique se manifestou sobre o caso nesta terça-feira e tratou o Barça B como vítima. O próprio jogador Chekh Saad já havia dito que o time catalão não havia participado da suposta manipulação e apenas fez seu papel, que é fazer os gols.

- É um tema muito delicado, temos que tratá-lo com a seriedade necessária. Aconteceram coisas similares em outros países, o que é desagradável. É um tema exclusiva do Eldense. O Barça B não tem nada a ver com isso, é uma das vitimas desse tipo de chantagem. Acho bom que seja investigado e que isso seja removido do futebol o quanto antes.

Fora a polêmica, Luis Enrique está preparando o Barcelona para enfrentar o Sevilla nesta quarta, a partir de 14h30 (de Brasília), no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol - o GloboEsporte.com transmite o duelo em Tempo Real. Durante a entrevista coletiva, um jornalista perguntou ao técnico o que ele achava do argentino Jorge Sampaoli, técnico adversário cotado para substituí-lo na próxima temporada.

- Não o conheço, não sei como trabalha, não tive a oportunidade de vê-lo trabalhar. Mas seus números são muito bons. É evidentemente um dos treinadores que conseguiram melhores resultados - disse Luis Enrique, confirmando na entrevista coletiva que vai tirar um ano sabático depois de sair do comando do time catalão. - Se estou deixando o Barça, a minha casa, onde tenho um relacionamento incrível com o clube, não é para ir para outro lugar. Eu deixei bem claro. É por cansaço, e preciso me recuperar.

Quem aparece como favorito para assumir o cargo é o atual auxiliar de "Lucho", Juan Carlos Unzué. Perguntado sobre a capacidade de Unzué, o atual comandante do Barcelona foi evasivo.

- A única maneira de não interferir nesse assunto é não opinando.

O Barcelona é vice-líder do Espanhol, com 66 pontos - dois a menos do que o Real Madrid, que tem um jogo a menos. Já o Barça B, que conta com o zagueiro brasileiro Marlon - ex-Flu - no elenco, lidera a terceira divisão e volta a campo no próximo domingo, contra o Badalona.

Globo Esporte