sábado, 1 de abril de 2017

Com Kubot, Marcelo Melo garante o primeiro título do Brasil em Miami

(Foto: Reprodução/Twitter)


Depois de bater na trave em Indian Wells, na última semana, Marcelo Melo conquistou seu primeiro título em 2017, neste sábado. Ao lado do polonês Lucasz Kubot, o tenista mineiro de 33 anos aproveitou o empurrão da grande torcida brasileira para superar a dupla americana formada por Nicholas Monroe e Jack Sock na final, por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3, e garantir a primeira conquista do Brasil no Masters 1000 de Miami. Com este resultado, Melo passa de nono para o segundo lugar no ranking de duplas da ATP.


- Estou muito feliz, não é todo dia que a gente ganha um Masters 1000. Tivemos uma chance na semana passada em Indian Wells. Estamos muito felizes de conquistar o título, um que é muito importante para mim.

A quebra do jejum de títulos - o primeiro ao lado do novo parceiro - foi muito celebrada pelo brasileiro por ser consequência da evolução ao lado de Kubot. O mineiro acredita que ele e o polonês aprenderam com as derrotas e souberam transformar as falhas em virtudes, ressaltando ainda a garra em todos os confrontos.

- A gente vem consertando muitos erros que vínhamos cometendo desde o início da temporada. Cometemos erros que não deveríamos ter cometido. Ao mesmo tempo, ganhamos jogos que não deveríamos. Analisamos o que precisamos melhorar e corrigimos bastante coisas de Indian Wells. Tivemos bastante tempo para treinar lá e consertamos muitas coisas. Agora, em Miami, a gente conseguiu colocar quase tudo em quadra. Tivemos um caminho muito duro, salvamos match-point na primeira rodada, set e quebra (atrás) nas quartas. Lutamos até o final. 

Logo no início do jogo, Kubot levou uma forte bolada de Sock no abdômen, mas não se abalou. O primeiro set foi marcado por muito equilíbrio, com as duas duplas confirmando seus serviços com tranquilidade. No nono game, Monroe e Sock fizeram pressão, mas Kubot salvou dois break points. Depois, ele e o brasileiro souberam aproveitar as boas chances que surgiram com Monroe no saque e garantiram a primeira quebra do jogo, fechando o set em 7/5.

O segundo set já começou exigindo paciência de Kubot e Melo, salvando um break point. Empurrados pela torcida, com vários brasileiros na arquibancada, a dupla conseguiu em seguida quebrar o serviço dos adversários. A chance de abrir em 3 a 0, no entanto, foi desperdiçada. Com Melo errando muito no saque, os americanos conseguiram devolver a quebra e cresceram no jogo. Por pouco não garantiram outra quebra, exigindo que os rivais salvassem quatro break points para confirmar o serviço. Mas Marcelo Melo voltou a aparecer bem na rede e foi decisivo na conquista de mais uma quebra (4 a 2), no sexto game. Com a vantagem garantida, foi só administrar até fechar em 6 a 3 para comemorar a inédita conquista. 

Globo Esporte