quinta-feira, 13 de abril de 2017

Em jogo quente, Corinthians empata com Inter no Beira-Rio e leva vantagem para São Paulo

(Foto: Wesley Santos)


Em duelo já antecipado nos bastidores pela troca de farpas entre as duas direções, Inter e Corinthians fizeram um jogo quente, mas leal na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, e empataram em 1 a 1 pela quarta fase da Copa do Brasil. Enquanto Romero abriu o placar para os visitantes, Rodrigo Dourado decretou a igualdade em Porto Alegre, o que deixa o confronto totalmente aberto para a volta, em São Paulo. Porém, o gol qualificado dá vantagem ao Timão.


Inter e Corinthians voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, para decidir quem passa às oitavas de final da Copa do Brasil. Se não sofrer gols, o time paulista garante a classificação com qualquer placar. Aos gaúchos, resta a vitória ou empates a partir de 2 a 2. Se o 1 a 1 for repetido, a vaga será decidida nos pênaltis.

Muita disputa, muita correria e chances para os dois lados. Apesar de maior posse de bola, o Inter viu o Corinthians ter as melhores oportunidades para abrir o placar. E só não levou o gol em razão da noite inspirada de Marcelo Lomba. O goleiro defendeu dois chutes de Romero e uma bomba de Maycon. O Colorado teve a melhor chance com Edenílson, que cruzou errado, mas acertou o poste. No rebote, Nico López furou em bola.

Se os gols não saíram nos primeiros 45 minutos, eles apareceram em 11 da segunda etapa. Romero tirou o zero do placar aos sete. Rodrigo Dourado empatou aos 11. E o duelo seguiu equilibrado. Pelo Inter, em chute cruzado de Valdívia, Carlos quase conseguiu empurrar para o gol. Depois, Marcelo Lomba salvou de novo em contra-ataque do Corinthians que Giovanni Augusto chutou em cima do goleiro

O paraguaio Romero tirou o zero do placar logo no início do segundo tempo. Guilherme Arana recebeu em profundidade pela esquerda e cruzou rasteiro na medida para o atacante apenas encostar para o gol. Foi apenas o segundo gol dele na temporada

A resposta colorada não tardou. Aos 11, D'Alessandro cobrou escanteio curto para Nico López, o uruguaio cruzou, e Rodrigo Dourado se antecipou à marcação para cabecear no contrapé de Cássio.

A julgar por esta noite, não. O goleiro Marcelo Lomba foi o melhor do Inter na partida. Fez pelo menos três defesas difíceis que impossibilitaram mais gols do Corinthians. No início do jogo, parou Romero. Depois, espalmou uma bomba à queima-roupa de Maycon. Já no segundo tempo, teve frieza para fechar o ângulo de Giovanni Augusto quando o meia saiu a sua frente.

Giovanni Augusto substituiu Marquinhos Gabriel aos 19 do segundo tempo. Ao descobrir que era o meia quem entraria, a torcida colorada vaiu-o em uníssono. Tudo pela polêmica que envolveu a tentativa de troca com Valdívia, do Inter. O corintiano teria se negado a jogar a Série B no Colorado.

A torcida colorada preparou uma recepção digna de final de campeonato para a delegação do Inter. Mas a tradicional festa das "ruas de fogo" acabou em confusão com a Brigada Militar, instantes antes da chegada do ônibus colorado ao estádio. Houve correria, bombas de efeito moral e spray de pimenta. Os policiais forçaram a liberação da Avenida Padre Cacique, bloqueada pelos colorados para a festa, que reclamaram do uso excessivo do aparato de segurança.

Globo Esporte