terça-feira, 18 de abril de 2017

Especial: O futebol sobrevive com novas potências mundiais

(Foto: Arte Blog do Esporte)

Por Redação Blog do Esporte


O futebol em todo o mundo passa por grandes mudanças para que o esporte continue atrativo para torcedores, clubes e emissoras de transmissão. Com o imenso domínio de clubes como Real Madrid, Barcelona e Bayern de Munique, hoje ver uma equipe que se destaca é importante para a continuidade do esporte e para manter vivo aquele bom fanatismo do torcedor.

Com isso, o Blog do Esporte destaca quatro clubes que chamam a atenção do público, e mesmo com o domínio destas atuais potências, eles conseguiram marcar o seu nome na atual história do futebol mundial. Vamos conhecer alguns desses times:

RB Leipzig

A novata equipe da Alemanha, localizada na cidade de Leipzig, no leste do país, é prova disso. Com apenas nove anos de existência (foi fundada em 19 de maio de 2009), a RasenBallsport Leipzig já disputa a Bundesliga, e em sua primeira participação na elite, já carimbou vaga para a Liga dos Campeões da temporada 2017/18.

Embora seja uma "filial" da empresa Red Bull na Alemanha, a equipe precisou "desconstruir" sua imagem perante a marca mundial, por uma lei alemã que não permite a criação de clubes-empresas. Seu escudo remete a logo da empresa de energéticos, mas não deixa explícito o nome de sua fundadora.

Em pouco mais de sete anos, o clube saiu do amadorismo da sétima divisão alemã para alçar uma vaga na elite de um dos campeonatos que mais "sofrem" com o domínio de um clube, no caso, o Bayern de Munique. O RB chegou a liderar a primeira divisão, mas o Bayern conseguiu reverter a vantagem e hoje desponta em mais um título na Europa Central.

Celta de Vigo

A expressividade do Celta se resultou em uma de suas melhores campanhas no futebol mundial. Mesmo sem um título da elite do futebol espanhol, atualmente a equipe disputa as quartas de final da Liga Europa, e está a um passo de avançar a semifinal. Precisa apenas empatar o jogo de volta contra o Genk.

A equipe voltou a elite da Espanha em 2012 e conseguiu resultados mais expressivos na última temporada, quando garantiu vaga a Liga Europa. Sem risco de rebaixamento, o Celta volta suas atenções a competição europeia e busca seu primeiro título continental em toda sua história desde 1923, ano de sua fundação.

Leicester City

O maior exemplo dessa construção é o Leicester City, campeão da Premier League na temporada 2015/16, derrubando o império de Chelsea, Manchesters, Arsenal e Liverpool. Além disso, a equipe disputa as quartas de final da Liga dos Campeões na atual temporada, mesmo depois de ficar boas rodadas visitando a zona de rebaixamento do inglês.

Em quase 150 anos de história (a equipe foi fundada em 1884 como Leicester Fosse), seus títulos mais expressivos foram, além da elite inglesa, A FA Community Shield (ou Supercopa da Inglaterra), a The Championship e a Copa da Liga Inglesa.

Chapecoense

No Brasil, o maior exemplo de um bom planejamento é a Chapecoense. O alviverde computa cinco títulos do Campeonato Catarinense, além de ótimas campanhas nas das quatro divisões do Campeonato Brasileiro, onde foi grande destaque em 2009, ao levar o título da série D. Chegou a série A em 2014 como a caçula da competição (a Chape foi fundada em 1973).

Em nível nacional, a Chapecoense conquistou o título da Copa Sul-Americana de 2016 e disputa em 2017 a Taça Libertadores. Busca seu primeiro título na Recopa Sul-Americana, em final inédita contra o Atlético Nacional, além das participações em torneios como Copa Suruga, Troféu Joan Gamper e Supercopa Euroamericana.