domingo, 9 de abril de 2017

Ibra marca de novo, United volta a vencer e mantém esperança por vaga na Champions

(Foto: Reuters)


O Manchester United conseguiu apagar a má impressão deixada pelos tropeços em casa na última semana. Com gols de dois de seus principais reforços para a temporada, Ibrahimovic e Mkhitaryan, e outro de Rasfhord, os Red Devils superaram o lanterna Sunderland por 3 a 0, fora de casa, neste sábado, pela 32ª rodada do Campeonato Inglês.


A vitória dá fôlego ao United e mantém viva a esperança por conquistar uma vaga na próxima Liga dos Campeões. O resultado faz com que os Red Devils cheguem a 57 pontos e voltem à quinta colocação, ultrapassando o Arsenal - que só joga na segunda-feira. O City fecha a zona de classificação para a Champions, na quarta colocação, com 61 pontos, mas o United tem um jogo a menos que o rival, a quem enfrentará nas próximas semanas.

Contando com a torcida de um grupo de fãs suecos no Stadium of Light, Ibrahimovic voltou a mostrar seu poder decisivo neste domingo. Em meio a um jogo sem muitas chances, o sueco abriu o placar com uma jogada individual, na qual recebeu em meio a dois zagueiros, girou e bateu precisamente no canto. É o segundo gol do atacante em dois jogos desde que retornou de suspensão de três jogos - Ibra tem 28 gols marcados em 43 partidas na temporada. 

A primeira etapa manteve-se equilibrado até sua metade, com os dois times mostrando dificuldades para criar jogadas, apesar do United ter maior posse de bola. O United cresceu a partir dos 25 minutos, após bom momento do Sunderland e conseguiu abrir o placar com Ibra, aos 30, e passou a mostrar mais tranquilidade. Os donos da casa tiveram sua melhor chance com Anichebe, que viu Romero salvar - mas depois levaram um duro golpe com a expulsão direta de Larsson.

Logo após o intervalo, o United conseguiu ampliar o placar com Mkhitaryan marcando ainda no primeiro minuto - o que permitiu ao time ter mais tranquilidade e diminuir o ritmo. Com um homem a mais, a equipe de José Mourinho controlou o jogo e não passou por muitos perigos no restante do segundo tempo. No fim do jogo, ainda ampliou o placar com Rashford.

Globo Esporte