quarta-feira, 26 de abril de 2017

Monaco poupa titulares na semi, Paris Saint-Germain goleia e vai à final da Copa da França

(Foto: Reuters)


Disputando o título do Campeonato Francês e nas semifinais da Liga dos Campeões, o Monaco elegeu a semifinal da Copa da França para poupar seus titulares, e o Paris Saint-Germain fez o adversário pagar caro pela escolha. Depois de derrotar os monegascos na decisão da Copa da Liga Francesa por 4 a 1, o PSG aproveitou os erros da jovem equipe rival para golear novamente. Cavani, Marquinhos, Matuidi, Draxler e Mbae (contra) marcaram, e o time parisiense fez 5 a 0 no Parc des Princes para avançar à final e ir em busca do terceiro título consecutivo na competição, o 11º de sua história.


Na final, o Paris Saint-Germain terá pela frente o Angers, que derrotou o Guingamp por 2 a 0 na outra semifinal. A decisão da Copa da França será disputada no dia 27 de maio, no Stade de France.

Empatados com 80 pontos no topo da tabela do Campeonato Francês (o Monaco leva vantagem no saldo de gols e tem um jogo a menos), os dois times voltam a jogar neste fim de semana pela Ligue 1. No sábado, os monegascos recebem o Toulouse no Louis II, às 12h (de Brasília). No domingo, o PSG também viaja para a Côte d'Azur, onde enfrenta o terceiro colocado Nice, às 16h (de Brasília).

Na próxima quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), o Monaco encara o Juventus no jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões, no principado.

Em casa e contra um time reserva do Monaco, o PSG tomou a iniciativa do jogo e foi para cima desde o início, mas a primeira grande chance foi monegasca, em cabeçada de Diallo que obrigou Areola a grande defesa aos 19 minutos. Do outro lado, porém, o goleiro vacilou. Aos 25, Di María arriscou de fora da área, De Sanctis soltou a bola, Cavani ganhou a dividida com o zagueiro, e a sobra ficou para Draxler empurrar para o gol aberto e fazer 1 a 0. O Paris Saint-Germain continuou em cima, Matuidi chegou perto, e, aos 31, Cavani ampliou. O uruguaio levantou para Di María e depois completou o cruzamento rasteiro de letra. E ainda ficou barato. Mbaé salvou quando Cavani tocou por cima de De Sanctis, e a trave parou mais um chute de Matuidi.

Não demorou muito para a vitória virar goleada. Maxwell perdeu chance cara a cara com o goleiro logo aos quatro minutos, mas a bola acabou entrando nos dois lances seguintes, graças a erros dos laterais do Monaco. Aos cinco, Di María cruzou da esquerda, Mbae foi tentar cortar na pequena área e acabou fazendo gol contra. No minuto seguinte, Jorge perdeu a bola para Verratti na defesa, Di María recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Matuidi escorar para o gol aberto e fazer 4 a 0. Mesmo sem apertar muito, o PSG seguiu dominado, com Lucas criando três boas oportunidades. Para fechar a festa, Marquinhos aproveitou a sobra na área aos 44 minutos e rolou para o gol para definir o 5 a 0.

O time do Monaco que entrou em campo nesta quarta não contou simplesmente com reservas. A lista de relacionados pelo técnico Leonardo Jardim contou com diversos atletas do time B que disputa a CFA, equivalente à quarta divisão francesa. Muyumba, Mbae, Andzouana e Beaulieu foram titulares. Dabila e Bongiovanni, de apenas 17 anos, entraram na segunda etapa. A juventude não era só deles. Membros do elenco principal, Cardona (de 19 anos), Diallo (20), N’Doram e o lateral brasileiro Jorge (ambos com 21) começaram a partida em Paris.

Globo Esporte