domingo, 9 de abril de 2017

Ponto de Opinião: Risco de rebaixamento mostra incompetência da diretoria do Comercial nos últimos anos

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


O Comercial empatou na manhã deste domingo (9) em 1 a 1 com o Atibaia pela série A3 do Campeonato Paulista. O resultado, combinado com outras partidas da rodada, colocou a equipe de Ribeirão Preto na zona de rebaixamento, a duas rodadas do fim da competição.

Os resultados da temporada 2017 demonstram a absurda incompetência de uma diretoria que foi escolhida para amenizar os estragos realizados pela última gestão, que deixou dívidas para o clube e muitas inimizades com jogadores que passaram por Palma Travassos.

Os problemas não acontecem de hoje, e isso é visto nas últimas campanhas do Bafo no estadual. Sem um elenco forte e que não busca as vitórias, a equipe mostra um amadorismo ao extremo em campo e não traz o brilho nos olhos dos torcedores mais fanáticos.

O risco de cair para a quarta divisão paulista mancha com violência a história do Leão, que já trouxe muitas alegrias para os torcedores alvinegros e que hoje passam por momentos de tensão em uma equipe que não inspira nenhum bom resultado. A Joia, que poderia ser o ponto de equilíbrio desta equipe, nem assim pode ser chamada de “casa” pelos resultados obtidos em Ribeirão.

A campanha de 2017 mostra como o time foi mal elaborado, os treinadores não souberam administrar nada dentro e fora de campo e como a diretoria não entende nada de futebol. Suar para empatar com o Atibaia em casa é reflexo dessa incompetência e má gestão que dá sinais de que não entende nada de esporte.

O Comercial não pode ser gerido por pessoas que apenas se interessam pelo dinheiro e sim por pessoas que fazem parte da história do clube e buscam reerguer a imagem do Leão do Norte. Hoje, o Leão está adormecido e sem esperanças de que vai acordar tão cedo.