segunda-feira, 15 de maio de 2017

Com ataque povoado, Corinthians busca clubes para os dois "últimos da fila"

(Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)


Em meio às negociações para contratar o atacante Clayson, da Ponte Preta, o Corinthians definiu que dois jogadores do atual elenco ficarão disponíveis para empréstimo no segundo semestre. Além de Mendoza, que já vivia essa situação, Bruno Paulo foi informado que não deve ser aproveitado por Fábio Carille no Campeonato Brasileiro.

Com isso, o Corinthians aguarda interessados nos jogadores – o clube não quer, inicialmente, bancar parte dos salários dos atacantes em suas novas equipes. O volante Cristian, que treina à parte no CT, é outro disponível para negociação.

O Corinthians, hoje, tem nove atacantes em seu elenco. Número que será mantido com a chegada de Clayson e a saída de Léo Artur, por empréstimo, para a Ponte. Mendoza e Bruno Paulo são os últimos da fila e sequer serão utilizados no Brasileirão, que não tem limite de inscrições. A ideia, aliás, é contratar mais um nome para o setor.

No fim da semana passada, Bruno Paulo conversou com membros da cúpula corintiana e foi liberado para procurar outro clube – tem contrato até julho de 2019. Sem serem aproveitados, ele e Mendoza se aproximaram no CT. Juntos, têm enfrentado o ocaso.

Mendoza, por sua vez, irritou a diretoria por ter recusado todas as propostas disponíveis. Ainda durante a pré-temporada, ele rejeitou uma oferta do Bahia e recentemente não se mostrou interessado na transferência para o Goiás.

No fim do ano passado, o Botafogo fez uma consulta, mas o negócio não avançou. A alegação dada pelo jogador é de que ele ainda tem esperança de ser aproveitado em 2017.

Mendoza tem 31 jogos e três gols pelo Corinthians. Bruno Paulo tem apenas 45 minutos em campo pelo clube – o segundo tempo do amistoso contra a Ferroviária, no início do ano.

Globo Esporte