quinta-feira, 25 de maio de 2017

Por dívidas trabalhistas, Ministério Público do Trabalho pede a extinção do Marília

(Foto: Rodrigo Villalba / Memory Press)


O Ministério Público do Trabalho (MPT) pediu a dissolução, extinção do Marília por conta de dívidas trabalhistas. O procurador do Trabalho, Marcus Vinícius Gonçalves recebeu quase 100 ações trabalhistas de jogadores e ex-funcionários. O MAC é acusado de não pagar salários, verbas rescisórias, fundo de garantia, férias e 13° salário. Segundo a ação do MPT, o clube do interior paulista constantemente faz acordos na justiça, se compromete a pagar as dívidas, mas não cumpre os acordos firmados em juízo.

O time ainda é acusado pelo MPT de não demonstrar a contabilidade financeira, ou seja, esconder os balanços. A entidade entrou com uma liminar pedindo a dissolução do Marília, ou então, que o juiz determine a intervenção de uma pessoa capacitada para fazer uma auditoria interna no clube, administrar e pagar todas as dívidas trabalhistas. O MPT pede ainda que as duas últimas empresas que administraram o MAC sejam condenadas a pagar um R$ 1 milhão cada uma.

Essas propostas serão feitas ao clube em uma reunião de conciliação, no Fórum Trabalhista, junto com o Ministério Público do Trabalho. Se não houver acordo, o juiz deverá julgar o pedido de liminar que pede a extinção do clube.

Em nota, a diretoria do Marília informou que o presidente do clube, Antonio Carlos de Souza Vieira, estará na cidade amanhã para participar de audiência de conciliação com o MPT.

HISTÓRIA

Fundado em 1942 com o nome de Esporte Clube Comercial, o clube passou a levar o nome da cidade apenas cinco anos mais tarde. Em 1953, deixou de ser amador e estreou profissionalmente na Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

Entre 1972 e 1985, o Marília integrou a elite do futebol paulista consecutivamente. O time retornou à primeira divisão em 1990 onde permaneceu por mais três anos. Com problemas financeiras e sofrendo com as mudanças no calendário do futebol brasileiro, o MAC teve seu auge em 2002, sendo vice-campeão da Série C do Campeonato Brasileiro, disputando a Série B nacional até 2008.

A última participação do Marília no Paulistão foi em 2015, mas acabou sendo rebaixado após retornar seis anos depois ao primeiro nível estadual. De lá para cá, o time acumulou novos rebaixamentos e atualmente disputa a Série A3 do Campeonato Paulista e não está em nenhuma das quatro divisões do futebol nacional.

Na última semana, o Marília anunciou a contratação de Edmílson de Jesus como técnico para a Copa Paulista, competição que o clube confirmou participação e estreia no dia 30 de junho, contra a Penapolense, no estádio Bento de Abreu.

Globo Esporte