sexta-feira, 23 de junho de 2017

Coritiba veta e Couto Pereira não receberá oitavas de final da Libertadores

(Foto: Monique Silva)


O Coritiba decidiu não seguir adiante com o aluguel do Couto Pereira para o rival Atlético-PR para a disputa do jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Santos.

Em nota oficial, o Coxa informa que a decisão foi tomada por conta de três fatores: o desejo da torcida pela recusa ao rival, o tempo de processo do plantio da grama de inverno no estádio e a inviabilidade nos fatores financeiro e operacional.

O Atlético-PR está em busca de um local para o duelo já que a Arena da Baixada não estará disponível. Isso porque entre os dias 4 e 8 de julho, o estádio vai receber a disputa da Liga Mundial de Vôlei. Com a negativa do Couto Pereira, a maior possibilidade é da utilização do Beira-Rio.

Confira abaixo a nota do Coxa:

A diretoria administrativa do Coritiba Foot Ball Club informa que não fará o aluguel do estádio Major Antônio Couto Pereira ao Clube Atlético Paranaense. A decisão foi tomada no começo da tarde desta sexta-feira (23), após ampla análise de viabilidade e sobre a compreensão da vontade dos associados.

Em primeira consideração, a diretoria do Coritiba observou como primordial a vontade da maioria de seus sócios, contrários ao aluguel do estádio.

A diretoria também entendeu que o atual processo de plantio de grama de inverno no gramado do Couto Pereira, iniciado nesta semana, seja um dos fatores de alta relevância para esta decisão. Pois o prazo de maturação e cuidados necessários nesta fase impedem que o campo seja utilizado.

Além da opinião dos sócios e do fator técnico de replantio de grama de época, a diretoria alviverde também não entendeu como viável o aluguel sobre análises financeira e operacional. 

Esporte Interativo