terça-feira, 13 de junho de 2017

Samudio decide de novo, mantém 100% do Guarani no Brinco e complica o Paysandu

(Foto: Daniel Cheisa)


Braian Samudio e Guarani vão, passo a passo, construindo uma trajetória de superação na Série B do Campeonato Brasileiro. Se o Bugre era (ou ainda é) azarão diante de tantos favoritos ao acesso, o paraguaio ajuda a consolidar uma campanha surpreendente até o momento. Com mais dois gols, o atacante - que já havia decidido a vitória sobre o Paraná - garantiu o triunfo por 2 a 0 sobre o Paysandu, nesta terça-feira, em Campinas. O resultado mantém os 100% de aproveitamento do clube paulista em casa e segura a equipe de Vadão na vice-liderança. Do outro lado, o Papão da Curuzu acumula a terceira derrota consecutiva e fica mais longe do G-4.

Os times vivem situações exatamente opostas nas últimas rodadas. O Guarani, com três vitórias consecutivas, alcança os 15 pontos e segue na vice-liderança, atrás apenas do Juventude. Por outro lado, o Paysandu chega a três derrotas seguidas e cai mais posições na tabela. A equipe dirigida por Marcelo Chamusca está com dez pontos e espera o restante da rodada para ver em que posição acabará a noite.

Bancado na equipe por Vadão, Samudio correspondeu à confiança do treinador com mais dois gols em Campinas, ambos de cabeça. O primeiro após jogada de Eliandro, e o segundo ao aproveitar cruzamento de Claudinho. O paraguaio agora se firma como um dos titulares do Guarani e vai tentar prolongar o bom momento na temporada.

Marcelo Chamusca pisou pela primeira vez em Campinas desde que conduziu o Guarani ao vice-campeonato da Série C, no ano passado. Se passou todo o trabalho no Bugre sem perder no estádio, o técnico não teve a mesma sorte nesta noite. Viu sua equipe ser totalmente dominada nos dois tempos e volta para Belém com mais um revés na conta.

A oitava rodada da Série B começa no fim da semana. Quem entra em campo primeiro é o Guarani, que enfrenta o Criciúma na sexta-feira, às 19h15, no Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma. No sábado, é a vez do Paysandu tentar a reabilitação contra o líder Juventude, às 16h30, no Mangueirão, em Belém.

O controle do Guarani foi quase absoluto nos 90 minutos. No primeiro tempo, o time ficou com a bola, mas mostrou dificuldade de transformar o domínio em gols. Aproveitou uma saída errada de Ricardo Capanema para puxar contra-ataque e abrir o placar, em cabeceio de Braian Samudio. Na etapa final, o Paysandu voltou mais ofensivo e tentou mudar os rumos da partida, mas foi o Bugre quem continuou em cima. A equipe alviverde perdeu algumas chances de matar o confronto logo e só foi fazer nos minutos finais, com Samudio novamente.

Globo Esporte