terça-feira, 6 de junho de 2017

Sem Neymar contra Messi, Willian diz que grupo do Brasil pode fazer diferença

 (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)


Neymar e Messi são as principais atrações de Brasil e Argentina, mas só o "hermano" estará no amistoso desta sexta-feira, em Melbourne. De férias, o craque brasileiro ficará na torcida. Individualmente, há uma diferença clara em relação à referência de cada lado, mas Willian acredita que o grupo da Seleção pode compensar a ausência do atacante.


– Não ter o Neymar é difícil porque sabemos de sua qualidade, mas acho que temos jogadores suficientes para fazer a diferença. Um grande time, um grande grupo. Um Brasil x Argentina não se trata apenas de Neymar x Messi. Há grandes jogadores nos dois times. É claro que o Messi faz diferença e temos de ter cuidado, mas o mais importante é jogar o futebol que nos levou à classificação para a Copa do Mundo – afirmou o meia do Chelsea.

A ausência do craque do Barcelona, inclusive, abrirá espaço para que Willian volte a ser escalado como titular. Philippe Coutinho será deslocado para o lado esquerdo, setor em que atua no Liverpool e habitualmente ocupado por Neymar na Seleção. Willian jogará na direita.

Antigo dono da posição, mas substituído por Coutinho logo no início da trajetória de Tite como técnico, Willian prega regularidade para se manter no grupo e chegar ao Mundial da Rússia.
– Sempre quando venho para a Seleção procuro manter a regularidade e provar por que fui convocado. Dessa vez não será diferente, se começar jogando ou não. O grupo é forte, tem jogadores qualificados e a briga será sadia, cada um por seu espaço – disse.

No treino desta terça-feira, Tite separou titulares e reservas, e Willian revezou com Coutinho, mas apenas pela ausência de quatro convocados, o que obrigou o técnico a montar times de 10 jogadores. Ambos deverão começar jogando contra a Argentina. A partida terá início às 7h05 de sexta-feira (horário de Brasília).

Globo Esporte