terça-feira, 27 de junho de 2017

Ter Stegen aproveita ausência de Neuer: "Jogar significa muito para mim"

(Foto: Ivan Raupp)


Em recuperação de uma fratura no pé esquerdo, o goleiro Manuel Neuer não foi convocado para a Copa das Confederações. Mesmo se estivesse bem fisicamente, a presença dele no torneio seria improvável, uma vez que o técnico Joachim Löw deu descanso às principais estrelas e optou por dar experiência internacional a jovens e/ou novatos, de olho na Copa do Mundo de 2018.

A ideia de Löw era fazer um rodízio no gol da Alemanha. Leno, do Bayer Leverkusen, foi titular no primeiro jogo (vitória por 3 a 2 sobre a Austrália) e teve má atuação, falhando duas vezes. Ter Stegen, do Barcelona, assumiu a vaga na partida seguinte e não saiu mais (empate por 1 a 1 com o Chile e vitória por 3 a 1 sobre Camarões). E o camisa 22 já ouviu de Löw que será titular novamente na semifinal de quinta-feira, contra o México.

Ter Stegen assumiu a vaga aberta pela lesão de Neuer no gol da Alemanha (Foto: Ivan Raupp) Ter Stegen assumiu a vaga aberta pela lesão de Neuer no gol da Alemanha (Foto: Ivan Raupp)
Ter Stegen assumiu a vaga aberta pela lesão de Neuer no gol da Alemanha (Foto: Ivan Raupp)
- Ele já me disse. Para mim significa muito sempre jogar contra os melhores times do mundo. Nós, como equipe, temos que estar sempre 100%. Cada um tem que dar sua melhor versão. E creio que tudo que fizemos até agora foi muito bem feito - disse o goleiro do Barça em zona mista antes do treino desta terça-feira.

Com exceção do lance de gol de Camarões, onde Ter Stegen foi atrapalhado pelo zagueiro Süle e falhou ao não conseguir defender a cabeçada de Aboubakar, o arqueiro correspondeu às expectativas da comissão técnica. Tanto é que seguiu como titular. E isso o ajuda a ganhar espaço para estar mais próximo de garantir uma vaga no grupo de 23 jogadores que estarão na Rússia em 2018. Ele deve ser o reserva imediato de Neuer a partir de agora, deixando Leno e Kevin Trapp para trás. Este último, por sinal, foi o único dos 21 convocados que não entrou em campo nesta Copa das Confederações.

A jovem Alemanha surpreendeu e passou de fase com o primeiro lugar do Grupo B, à frente do Chile, atual bicampeão da Copa América e que está com 100% de suas forças na competição. Mas favoritismo é uma coisa que não passa na cabeça dos jogadores, entre eles Ter Stegen.
- Não sei, pois os quatro times que sobraram são fortes. Cada time sabe exatamente o que pode fazer. Nós queremos lutar até o final e ganhar do México para seguir nesta Copa das Confederações.

Ter Stegen afirmou que os jogadores mexicanos têm muita qualidade e que para vencê-los será preciso batalhar até o fim, estando conscientes de que tudo pode acontecer. Ele ainda falou especificamente de Chicharito (Bayern Leverkusen) e Marco Fabián (Eintracht Frankfurt), que atuam no futebol alemão.

- Eles sabem bem como jogamos, como é nossa mentalidade, e é claro que isso os ajuda. Mas nós também temos a sorte de conhecer alguns deles, que jogam em ligas europeias. Assim, temos que nos preparar para uma boa partida - concluiu.

Globo Esporte