sábado, 3 de junho de 2017

Torcida da Juve lota praça para ver final, mas confusão termina com 200 feridos

(Foto: Reuters)


Cerca de 40 mil torcedores da Juventus lotaram a praça San Carlo, em Turim, neste sábado, para acompanhar por um telão a decisão da Liga dos Campeões entre o clube italiano e o Real Madrid, disputada no País de Gales. Mas a expectativa de festa foi frustrada pelos gols do Real Madrid no segundo tempo e uma grande confusão acabou marcando o evento, com pelo menos 200 pessoas feridas, segundo o site do jornal "La Gazzetta dello Sport". No final, o time espanhol conquistou seu 12º título europeu com vitória de 4 a 1.

Após o empate de 1 a 1 no primeiro tempo (Cristiano Ronaldo e Mandzukic), o Real abriu 3 a 1 na segunda etapa com gols de Casemiro e Cristiano Ronaldo. Após o segundo gol do português, a confusão começou. Segundo a "Gazzetta", um homem soltou um rojão no meio da multidão e gritou que era uma bomba, o que teria gerado a correria das outras pessoas com medo.

As imagens do tumulto foram divulgadas no Twitter de meios de comunicação italianos e até agora não há confirmação das autoridades sobre o que teria originado a confusão. Nas fotos publicadas por agências de notícias, é possível ver dezenas de pessoas no chão, recebendo socorro ou sangrando.

O Real ainda ampliou para 4 a 1 com Asensio, já aos 44 minutos. Atual hexacampeã italiana, a Juventus não conquista a Liga dos Campeões desde 1996. Depois, perdeu finais em 1997, 1998, 2003, 2015 e agora em 2017.

(Foto: Reuters)
(Foto: AP)

Globo Esporte