quarta-feira, 19 de julho de 2017

Após goleada para a Ponte, Coritiba anuncia demissão do técnico Pachequinho

(Foto: Reprodução)


Após ser goleado por 4 a 0 para a Ponte Preta, e chegar a apenas uma vitória nos últimos 10 jogos, o Coritiba demitiu o técnico Pachequinho na noite desta quarta-feira. A informação foi divulgada pelo diretor de futebol do clube, Alex Brasil, logo após a partida no Moisés Lucarelli. O clube ainda não anunciou o substituto.

Pachequinho assumiu o Coxa em fevereiro, após a saída de Paulo César Carpegiani, e encerra a sua terceira passagem no comando do Coxa com 13 vitórias, 6 empates e 9 derrotas em 28 jogos na temporada, com um aproveitamento de 53% dos pontos disputados. O treinador já tinha ficado a perigo após a derrota por 3 a 0 para o Sport, no Couto Pereira, pela 12ª rodada. Ganhou sobrevida depois da goleada por 4 a 1 sobre o Avaí, mas voltou a ficar sob pressão depois do revés para o Fluminense, por 2 a 1, em casa, no último domingo. A goleada para a Macaca foi a gota d´água.

– Temos que agradecer os serviços prestados pelo Pachequinho. Temos que tratar com respeito o ídolo Pacheco pela história que ele tem. É uma decisão e temos que cumpri-la. Lamentavelmente temos que dar essa notícia. Agora o Coritiba vai trabalhar e buscar resolver isso e ir forte contra o Flamengo - disse Alex Brasil em coletiva à imprensa.

O diretor ainda explicou que a decisão foi tomada pela sequência de resultados, e agradeceu ao trabalho do treinador. O Coritiba tem apenas uma vitória nos últimos 10 jogos no Brasileirão.

– Estou no dia a dia e acompanho o trabalho dele. Vi o quanto ele evoluiu , mas o futebol está atrelado aos resultados. E uma derrota dessas não tem como suportar. Infelizmente perdemos um grande profissional. Que ele dê sequência, ele está preparado. Agora o Coritiba vai seguir um novo rumo.

– A notícia é difícil, sabemos do potencial dele e como ele vem trabalhando. Mas o resultado hoje não correspondeu. Vamos cumprir as ordens.

O treinador deixa o Coxa em 13° - sua pior posição desde o início do Campeonato Brasileiro. Em entrevista à rádio Banda B, o diretor institucional Ernesto Pedroso afirmou que o preparador físico Robson Gomes deve comandar a equipe na próxima rodada do Brasileirão. Outra opção é o écnico da base Sandro Forner. O próximo compromisso do Coritiba será contra o Flamengo, na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, às 19h (horário de Brasília) de sábado.

Globo Esporte