segunda-feira, 3 de julho de 2017

Com um a mais, Fluminense arranca empate contra a Chape no Rio

(Foto: Reprodução)


Em partida movimentada, Fluminense e Chapecoense empataram por 3 a 3, nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro. Com o resultado, os tricolores chegaram a 16 pontos e terminam a rodada na sétima posição. Já os catarinenses mantiveram a escrita de nunca terem perdidos para os cariocas, alcançaram 14 pontos e estão em 15º na Série A, próximo da zona de rebaixamento.

O jogo foi muito agitado, tanto que os donos da casa abriram o placar logo no primeiro minuto, com Richarlison. No entanto, a Chapecoense não se intimidou e virou a partida ainda na etapa inicial, com gols de Rossi e Arthur. No segundo tempo, o Fluminense empatou o duelo com Pedro. Só que mesmo com um jogador a menos, os catarinenses chegaram ao terceiro, novamente com Arthur. Nos acréscimos, Marcos Júnior igualou de novo o placar para dar números finais ao confronto.

Na próxima rodada, o Fluminense vai até Salvador para enfrentar o Bahia, no domingo. No mesmo dia, a Chapecoense vai receber o Atlético-PR, em Chapecó.

O JOGO

O Fluminense começou a partida a todo vapor e abriu o placar logo no primeiro minuto. Após boa troca de passes, Gustavo Scarpa passou para Richarlison na área. O atacante só teve o trabalho de chutar para a rede.

O revés no início fez a Chapecoense se voltar ao ataque em busca do empate e quase conseguiu aos cinco minutos. Arthur finalizou cruzado, mas viu Julio Cesar fazer grande defesa. Depois, foi a vez de Rossi não aproveitar bom avanço dos catarinenses. Só que, de tanto insistir, os visitantes chegaram ao ao gol aos 12. Em contra-ataque rápido, Rossi levou a melhor sobre Reginaldo, entrou na área e tocou na saída de Julio Cesar.

Depois do empate, o Fluminense retornar ao ataque, mas viu a Chapecoense continuar melhor em campo. Aos 20 minutos, após cobrança de escanteio, Wellington Paulista quase colocou para a rede. A resposta tricolor veio quatro minutos depois, em chute de Pedro que parou em defesa segura de Jandrei.

O lance animou os donos da casa, que quase marcaram o segundo aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio, Henrique cabeceou sozinho, mas colocou por cima do travessão. O Fluminense sofria com os bons avanços da Chapecoense, só que era mais perigoso nas bolas aéreas. Tanto que aos 34, Henrique aproveitou falta cobrada na área, mas cabeceou em cima de Jandrei.

Na parte final, o confronto ficou aberto, com as duas equipes em busca do ataque. A Chapecoense tinha mais posse de bola e chegou a virada aos 41 minutos. Reinaldo cobrou lateral na área, Andrei Girotto escorou para Arthur cabecear para a rede. Assim, os visitantes foram para o intervalo com a vantagem no placar.

No segundo tempo, a Chapecoense não deixou o Fluminense pressionar e assustou aos quatro minutos, em chute de Andrei Girotto. No entanto, os tricolores tinham mais posse de bola, mas não conseguiam criar bons lances.

Na primeira vez que chegou com qualidade ao ataque, o Fluminense empatou a partida, aos 24 minutos. Wellington Silva fez boa jogada individual e cruzou para Pedro, que se esticou todo e colocou para a rede.

Depois do gol, o duelo voltou a ficar aberto. A Chapecoense chegou com perigo aos 27 minutos, quando Fabrício Bruno aproveitou cruzamento e cabeceou próximo do gol. A resposta do Fluminense veio em seguida, em chute de Marcos Calazans.

A situação parecia que tinha ficado melhor para os donos da casa quando o atacante Rossi foi expulso, após cometer falta em Lucas e receber o segundo cartão amarelo. Só que aos 35 minutos, em contra-ataque rápido, a Chapecoense marcou o terceiro em lance polêmico. Arthur aproveitou cruzamento e cabeceou para o gol. O goleiro Julio Cesar tentou fazer a defesa, mas segundo o árbitro a bola passou da linha totalmente.

Nos minutos finais, os tricolores pressionaram em busca do empate e conseguiram chegar a igualdade nos acréscimos, com Marcos Júnior. O Fluminense ainda teve duas oportunidades de virar o jogo, com Richarlison, mas em ambas Jandrei salvou os catarinenses.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 3 X 3 CHAPECOENSE

Local: Estádio Giulitte Coutinho, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 3 de julho de 2017, segunda-feira
Hora: 20h (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (GO)
Cartões amarelos: Richarlison, Marcos Júnior e Orejuela (Fluminense); Lucas Mineiro, Fabrício Bruno e Diego Renan (Chapecoense)
Cartão vermelho: Rossi (Chapecoense)

GOLS:
FLUMINENSE: Richarlison, a 1min do primeiro tempo; Pedro, aos 24min do segundo tempo; Marcos Júnior, aos 47min do segundo tempo

CHAPECOENSE: Rossi, aos 12min do primeiro tempo; Arthur, aos 41min do primeiro tempo e 35min do segundo tempo

FLUMINENSE: Julio Cesar, Lucas (Lucas Fernandes), Reginaldo, Henrique e Léo (Wellington Silva); Orejuela (Marcos Júnior), Wendel, Gustavo Scarpa e Marcos Calazans; Richarlison e Pedro
Técnico: Abel Braga

CHAPECOENSE: Jandrei, Diego Renan (Nathan), Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Lucas Marques, Andrei Girotto e Lucas Mineiro; Rossi, Wellington Paulista (Lourency) e Arthur (Luiz Otávio)
Técnico: Vagner Mancini

Gazeta Esportiva