sábado, 1 de julho de 2017

Em jogo marcado por atraso, Guarani empurra ABC para a degola e reassume a liderança

(Foto: Reprodução)


A Série B tem um novo líder. Novo? Está mais para o mesmo de antes. Depois de ver o Juventude vencer na abertura da 11ª rodada e pular para o primeiro lugar, o Guarani reassumiu o posto neste sábado, em partida que quase não aconteceu por falta de energia. Lenon marcou o único gol do confronto no Frasqueirão, em Natal, que repetiu a semifinal da terceira divisão do ano passado. Sem precisar golear como em 2016, o Bugre mantém o embalo no Campeonato Brasileiro e joga pressão sobre o adversário.

O Guarani volta ao topo da tabela, agora com 22 pontos, mesma quantidade do Juventude, mas com uma vitória acima (sete a seis). Sem perder há três jogos, o time ganha embalo para as próximas rodadas. Já o ABC vive situação oposta: com 12 pontos, a equipe aumenta para três jogos de jejum e cai para a zona de rebaixamento, em 18º lugar.

Terça-feira já começa uma nova rodada, a 12ª da Série B. Mais uma vez em casa, o ABC recebe o Náutico, às 21h30, em duelo de equipes que estão dentro da zona de rebaixamento, ameaçadas com a queda. O Guarani, por sua vez, volta a campo apenas no sábado, em duelo com cara de final: contra o Juventude, o vice-líder, às 19h, em Caxias do Sul.

O jogo quase não aconteceu neste sábado. Em virtude de chuvas na região, o estádio ficou horas sem luz. O ABC alugou dois geradores para que a partida ocorresse normalmente, mesmo que com uma hora de atraso. Foi graças a essa solução que a bola rolou em Natal.

O Guarani tomou o controle da partida desde o início e criou três chances claras de abrir o placar ainda no primeiro tempo, mas parou nas defesas de Edson. Pressionado pela torcida e a fase que não anda boa, o ABC só ficou mais com a bola no segundo tempo, só que não soube o que fazer com ela. De tanto se jogar ao ataque, o Mais Querido deixou espaços na defesa. Em um desses buracos, Lenon aproveitou e apareceu livre dentro da área para dar números finais ao confronto no Frasqueirão. Ainda deu tempo de Cleiton ser expulso, por falta violenta em Braian Samudio.

Globo Esporte