quarta-feira, 12 de julho de 2017

Murray é eliminado por americano em batalha de 5 sets e pode perder nº 1

(Foto: Clive Brunskill / Getty Images)


Atual campeão de Wimbledon, Andy Murray deu fim ao sonho de conquistar o tricampeonato na grama britânica, nesta quarta-feira, em Londres. O escocês buscava uma vaga nas semifinais, mas sentiu o peso da lesão no quadril e caiu diante do americano Sam Querrey em uma batalha de 5 sets: 3 a 2, parciais de 3/6, 6/4, 6/7 (4-7), 6/1 e 6/1. Com o revés, ele poderá perder a liderança do ranking, caso o sérvio Novak Djokovic conquiste o título no All England Club. Campeão do torneio em 2013 e 2016, Murray precisava de uma vitória para se manter no topo.

Sam Querrey, por sua vez, é o primeiro americano a chegar em uma semifinal no Grand Slam desde o vice-campeonato de Andy Roddick em 2009. O retrospecto parecia favorável ao britânico, que tinha sete vitórias em oito encontros com Querrey, incluindo uma partida pelas oitavas de final em Wimbledon, em 2010. 

Desde o início do torneio, Murray vinha sentindo dores no quadril. O começo do jogo na Quadra Central, no entanto, parecia promissor. O número um do mundo começou a toda, quebrando o americano (28º) e tomando apenas um ponto. Enquanto isso, americano demorou a entrar no jogo. O britânico administrou o placar e abriu 1 a 0. 

Murray sacava em 4/3 no segundo set, mas passou a errar mais e Querray, mais solto, pressionou o britânico, virou o placar e empatou o jogo. O líder do ranking se recuperou e fechou a parcial em 6/4. O equilíbrio deu o tom do terceiro set. Os tenistas levaram a disputa ao tiebreak, e Andy parecia estar no caminho ao abrir 2-0. Querrey não esmoreceu e emplacou grandes jogadas para pressionar o rival, virando em 7-4, diminuindo o prejuízo em sets: 2 a 1. 

O britânico não se encontrou mais em quadra, deixando o caminho livre para o americano. Com arsenal de armas e um jogo de altíssimo nível, Querrey emplacou um duplo 6/1 nas parciais seguintes e conseguiu uma virada espetacular por 3 sets 2 para chegar pela primeira vez à semifinal de um Grand Slam. O próximo rival do americano será o croata Marin Cilic, que derrotou nas quartas de final o tenista de Luxemburgo Gilles Müller, algoz de Rafael Nadal. 

Globo Esporte