segunda-feira, 3 de julho de 2017

Rogério Ceni é demitido do São Paulo após queda para Z-4 e derrota para o Flamengo

(Foto: Reprodução)

Por Redação Blog do Esporte


O técnico Rogério Ceni foi demitido do São Paulo na tarde desta segunda-feira (3). Em comunicado oficial, o clube avalia que sua passagem teve a “dedicação e o empenho que o caracterizaram como atleta” e deseja “boa sorte a este que sempre será um dos maiores ídolos de nossa história”.


Ceni chegou ao São Paulo no início do ano com a expectativa de bons resultados e a busca por títulos como Campeonato Paulista e Brasileiro. No estadual, foi eliminado nas semifinais pelo Corinthians, após perder por 2 a 0 no Morumbi, e ainda foi eliminado da Sul-Americana, após empatar em 1 a 1 com o Defensa y Justicia, da Argentina, também em casa.

No Campeonato Brasileiro, a campanha não é das melhores. Apenas duas vitórias em 11 rodadas disputadas, sendo que na última partida houve derrota pelo placar de 2 a 0 para o Flamengo, fora de casa. A equipe também foi eliminada da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, na quarta fase da competição.

A saída de Ceni ainda custará aos cofres do tricolor. Com contrato vigente até dezembro de 2018, o São Paulo precisará desembolsar R$ 5 milhões como multa rescisória. O então auxiliar Pintado deve assumir como interino para o próximo jogo, que será contra o Santos, no domingo (9), na Vila Belmiro.

Confira a nota na íntegra da demissão de Rogério Ceni:

O São Paulo FC comunica que Rogério Ceni deixa o comando técnico de sua equipe principal. Em sua passagem como treinador, Ceni demonstrou a dedicação e o empenho que o caracterizaram como atleta. Desejamos boa sorte a este que sempre será um dos maiores ídolos de nossa história. "O respeito e o reconhecimento pela grandeza de Rogerio Ceni, como figura histórica desta instituição, serão eternamente celebrados”, disse o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.