sexta-feira, 14 de julho de 2017

Rondinelly torce por voltas de Morais e Vitinho e sugere trio ofensivo no Bota-SP

(Foto: Antônio Luppi/Ag. Botafogo)


Titular nos dois últimos jogos do Botafogo, o meia Rondinelly disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira que torce pelos retornos dos companheiros Morais e Vitinho, liberados nesta semana pelo departamento médico.

Embora a volta da dupla possa representar a ida para o banco de reservas, Rondinelly deixou a cargo do técnico Rodrigo Fonseca fazer a melhor escolha para a equipe.

- Eu quero que eles voltem. A dúvida vai ser do Rodrigo [Fonseca]. Ele vai ter que botar alguém para jogar - comentou.

A favor de Rondinelly está o chamado ritmo de jogo. Como o meio-campista atuou nas duas últimas partidas, o técnico Rodrigo Fonseca pode optar pela sequência do atleta no time titular.

Outra opção, sugerida pelo próprio Rondinelly, é utilizar os três. Assim, o Botafogo teria um quarteto ofensivo, com Rondinelly, Morais, Vitinho e Edno.

- Nós conseguimos jogar juntos. Sabemos que o time fica mais ofensivo com Vitinho e Morais. A minha função é por dentro. Os dois vinham jogando abertos. Acredito que o time ganharia em força ofensiva e qualidade. Os outros atletas têm qualidade, mas às vezes fogem das características do time - disse Rondinelly.

Outros concorrentes que surgem no Botafogo são os atacantes Wesley e Francis, também recuperados de lesão. O técnico Rodrigo Fonseca deve definir a equipe somente no fim de semana, já que a partida contra o Bragantino ocorre na segunda-feira.

Globo Esporte