sábado, 8 de julho de 2017

Valencia encaminha empréstimo do goleiro Diego Alves para o La Coruña

(Foto: Reprodução)


O goleiro Diego Alves está de malas prontas para deixar o Valencia. O clube espanhol encaminhou o empréstimo do brasileiro de 32 anos ao Deportivo La Coruña por uma temporada. O negócio ainda não foi concretizado, mas as conversas estão bastante adiantadas, e a tendência é que o contrato seja assinado nos próximos dias, conforme apurou o GloboEsporte.com.

O Valencia passa por um processo de reformulação e já vinha alimentando nos últimos meses a ideia de se desfazer de Diego Alves, que tem um dos maiores salários do elenco e contrato até junho de 2019. A intenção inicial era vendê-lo, mas o empréstimo ganhou força. A possibilidade cresceu ainda mais nessa sexta-feira, dia em que o clube anunciou a contratação de outro goleiro brasileiro, Neto, que estava na Juventus e assinou por quatro temporadas.

O La Coruña também está se reestruturando e agradou a Diego com o projeto de voltar a obter destaque no cenário europeu. O clube flertou com o rebaixamento na última temporada e ficou apenas na 16ª posição do Campeonato Espanhol, mas agora promete subir de patamar a partir do investimento financeiro externo que está recebendo. Vale lembrar que o La Coruña já viveu um período muito bom no futebol há quase duas décadas: foi campeão espanhol em 1999/00 e ficou entre os três primeiros nas quatro temporadas seguintes.

Diego Alves esteve muito perto de ser emprestado por um ano ao Torino, mas os italianos acabaram contratando Salvatore Sirigu, ex-PSG e Sevilla. O nome do brasileiro também esteve ligado a outros clubes da Itália: Milan, Napoli e Roma.

O goleiro ainda foi especulado no Brasil, e o Flamengo foi levantado como possibilidade. De fato houve um breve contato entre as partes, mas o alto salário afastou Diego do país. O maior objetivo é ter sequência de jogos e visibilidade para disputar a Copa do Mundo de 2018. Hoje ele é um dos selecionáveis do técnico Tite.

Revelado pelo Atlético-MG, Diego Alves tem 10 anos de Europa: quatro no Almería e seis no Valencia. Além das boas atuações em seguidas temporadas, ficou marcado por ser um exímio pegador de pênaltis. Bateu o recorde da história do Campeonato Espanhol, com 22 defesas (em 49 cobranças). E na carreira acumula 25 defesas em 53 cobranças (também houve uma bola na trave e uma para fora), com aproveitamento incrível de 51%. Contra o astro Cristiano Ronaldo, por exemplo, defendeu três de quatro cobranças. Outra grande estatística foi conquistada em 2016/17, com seis defesas (em 11 cobranças), recorde em uma mesma edição de La Liga.

Globo Esporte