quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Absolvido após confusão em jogo, Gladstone confirma apoio a Rodrigo Fonseca após derrota

(Foto: Agência Botafogo)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


O zagueiro Gladstone foi julgado pelo TJD nesta semana e foi absolvido da confusão na partida entre Botafogo x Mogi Mirim, pela série C do Campeonato Brasileiro. Agredido pelo adversário em campo, o atleta botafoguense acabou indo mais cedo para chuveiro após o árbitro punir os dois jogadores com cartão vermelho.

Mesmo com a absolvição, o zagueiro não participou da derrota para o Joinville no último fim de semana, que derrubou uma série de invencibilidade do time de Ribeirão Preto. "Chateado por ter perdido o último jogo que poderia nos ter dado condições de buscar a vitória", disse Gladstone para a Rádio 79, de Ribeirão.

Por outro lado, o zagueiro cobra uma atitude mais objetiva da equipe, que é bastante técnica, mas que ainda não conseguiu vencer fora de casa. "Nós temos muita certeza que nossa qualidade técnica vai definir a qualquer hora, e não é assim. Se deixarmos o jogo muito cadenciado como foi a maioria do tempo do jogo com o Joinville, isso tende a deixar nossa qualidade para trás", comentou.

Apoio ao treinador

Gladstone defende o discurso de "final em cada jogo", agora contra o São Bento no Estádio Santa Cruz e apoia as mudanças táticas e observações do técnico Rodrigo Fonseca. "Nós não podemos perder em casa ou então zeramos nossa classificação e será um jogo difícil, jogando fora de casa é uma equipe [o São Bento] muito forte. As trocas deixam os jogadores mais atentos aos jogos, indo para cima. Se nos dedicarmos nos treinamentos e vencermos nossos jogos, vamos alcançar nossas expectativas no campeonato".

O Botafogo recebe o São Bento no domingo (13), às 16h. O tricolor é líder do grupo B com 21 pontos, mas apenas a três pontos do quinto colocado que é o Joinville.