domingo, 13 de agosto de 2017

Com ginásio lotado, Brasil vence amistoso contra Estados Unidos em São Paulo

(Foto: Felipe Rau/MPIX/CBV)


Empurrado por um ginásio do Ibirapuera lotado, o Brasil venceu os Estados Unidos neste domingo por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 26/24 e 25/21. O técnico Renan Dal Zotto colocou sua equipe titular em quadra para enfrentar o time americano em um jogo amistoso. Com Bruninho, Wallace, Lucarelli, Maurício Borges, Lucão e Thiago Brendle, a seleção se impôs e o saque fez a diferença na vitória. Nesta terça-feira, será a vez de Manaus receber as duas equipes para mais um amistoso às 20h, na Arena Amadeu Teixeira.

- Nós viemos de uma semana de competição e, mesmo assim, treinando com intensidade para manter um bom padrão de jogo. O grupo respondeu bem, apesar de algumas falhas na defesa em alguns momentos. Não faltou concentração na partida de hoje e todos estão de parabéns - avaliou o capitão Bruninho.

Depois da séria de amistosos, a seleção se prepara para a Copa dos Campeões, que será disputada de 12 a 17 de setembro, no Japão, entre as seleções do Brasil, França, Itália, Irã, Estados Unidos e os donos da casa. Para o técnico Renan, o amistoso deste domingo já foi de extrema importância nessa caminhada até a próxima competição.

- Começou hoje a nossa preparação para a Copa dos Campeões com um jogo importante, um clássico do voleibol internacional e foi uma partida bastante equilibrada, onde o Brasil soube fazer a diferença, principalmente no saque e bloqueio - analisou.

O Jogo

O primeiro ponto veio no bloqueio do central Lucão para levantar a torcida logo nos segundos iniciais de jogo. Sacando muito forte, a seleção brasileira abriu uma vantagem confortável e fez 9 a 4 em uma linda bola de segunda de Bruninho. Os Estados Unidos até tentaram reagir, mas os brasileiros não deram chances para os adversários e ampliaram a diferença no placar. Pela ponta direita, Lucão colocou a bola no chão e o marcador indicou o Brasil seis pontos a frente: 19 a 13. No erro de saque dos americanos, o time do Renan fechou o primeiro set com vitória.

O segundo set começou com pressão dos Estados Unidos, que fizeram os dois primeiros pontos. Não demorou muito, e a seleção logo voltou a desequilibrar a partida. Com o bloqueio afiado, conseguiu virar o placar e deixar a diferença em três pontos: 6 a 3. Os adversários acordaram na metade da parcial e arrancaram um empate em 11 a 11, obrigando o técnico Renan Dal Zotto a parar o jogo. O erro de saque dos americanos persistiu, salvou o Brasil em momentos decisivos e deixou a seleção na frente de novo. O treinador brasileiro decidiu variar o time e colocou Douglas e Renan para jogar no fim do segundo set. Com os garotos em quadra, o Brasil encerrou a parcial por 26 a 24.

Maurício Borges sacou muito bem e marcou o primeiro ponto do Brasil no terceiro set. Com o jogo mais equilibrado, a bola caía nos dois lados da quadra e nenhum dos times conseguiu descolar no placar. O contra-ataque do time brasileiro funcionava, mas os americanos respondiam com a mesma intensidade. Em um belo ataque de Maurício Souza, o Brasil abriu uma pequena vantagem de dois pontos: 12 a 10. Lucarelli, que até então estava sumido na partida, mandou um lindo saque indefensável e levantou a torcida brasileira. Daí para frente a seleção descolou de vez e administrou a vitória sobre os Estados Unidos fechando o set em 25 a 21.

Globo Esporte