terça-feira, 1 de agosto de 2017

Diretoria confirma e Felipe Melo não é mais jogador do Palmeiras

(Foto: Reprodução)

Por Redação Blog do Esporte


A diretoria do Palmeiras se pronunciou no fim da manhã desta terça-feira (1º) sobre o afastamento de Felipe Melo e confirmou a saída do volante do Verdão. Alexandre Mattos concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol e contou detalhes sobre o caso.


O dirigente explicou os acontecimentos no vestiário do jogo contra o Cruzeiro, que eliminou o alviverde da Copa do Brasil, e condenou o áudio vazado na última segunda-feira (31), com declarações do jogadores contra o treinador Cuca.

"Acima de qualquer coisa, temos que ter respeito, ambiente bom. O Palmeiras vem vivendo momento bom, mas acima de tudo precisa haver esse respeito. Tudo o que foi dito por parte do Palmeiras, tanto do Cuca e do Felipe, eu vi alguma coisinha. Depois do jogo no Mineirão, o Felipe teve uma situação de desrespeito muito forte com o Cuca", explicou Mattos em comunicado antes da coletiva.

Durante a entrevista, o dirigente disse que a decisão do afastamento ocorreu já na última sexta-feira. Antes do vazamento do áudio, havia no clube quem defendesse a reintegração do atleta. O presidente do clube, Maurício Galiotte, que em momento algum se pronunciou sobre o assunto, se sentia desconfortável com a forma que caminhava a saída de Felipe Melo.

"O Felipe tem relação boa dentro do grupo, cobra muito. As pessoas entendem isso de várias maneiras, mas o grupo está reagindo. Fizemos bons jogos. Acima de tudo, tem que ter foco. Venho batendo muito com eles que o foco tem que existir como no ano passado. Futebol não tem muito segredo. O Palmeiras está novamente encontrando o caminho", declarou Mattos.

"O que eu quero transmitir é que ninguém da diretoria veio falar isso - o áudio está me fazendo falar hoje - porque não havia necessidade. Segue a vida em paz. Infelizmente, o áudio, que foi algo natural com alguma pessoa, acarretou essa confusão toda. O Cuca já tinha deixado claro na fala dele que o Felipe poderia seguir o caminho dele. Precisamos ter convicção, certa ou errada. Depois vemos", explicou.

Felipe Melo atuou em apenas cinco partidas do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras, o que deixa aberta a oportunidade do atleta vestir a camisa de outro clube brasileiro na temporada. Seu contrato com o Verdão é válido até o final de 2019.