quarta-feira, 30 de agosto de 2017

NFL cancela partida por conta de furacão, e times se mobilizam para ajudar vítimas

(Foto: Reprodução)


A NFL cancelou a partida de encerramento da pré-temporada entre Dallas Cowboys e Houston Texans, por conta da situação caótica da cidade de Houston, atingida pelo furacão Harvey nos últimos dias. Várias áreas do centro urbano estão alagadas por conta das tempestades. Em uma semana, choveu o acumulado dos últimos 13 meses na cidade, calcula-se que cerca de 30 mil pessoas estejam desabrigadas. O número de mortos já chegou a 30, na medida em que a tempestade se move na direção do estado da Lousiana.

O pedido de cancelamento do jogo, que anteriormente havia sido transferido de Houston para Dallas, partiu dos Texans, que queriam retornar para suas famílias e ajudar as vítimas. Atletas, famosos e franquias da NFL e de vários outros esportes estão se mobilizando para angariar doações às vítimas.

J.J. Watt, estrela da defesa do Houston Texans, montou um fundo para doações que já arrecadou mais de 6 milhões de dólares (19,2 milhões de reais), desses, 100 mil dólares foram tirados do bolso do próprio jogador. Chris Paul, armador recém-contratado pelo Houston Rockets, da NBA (a liga norte-americana de basquete), doou 50 mil dólares para o fundo montado por Watt.

Os donos das franquias esportivas americanas foram responsáveis pelas maiores doações. Leslie Alexander, do Houston Rockets, doou 10 milhões de dólares (cerca de R$ 32 milhões). Bob McNair, dono dos Texans, e Amy Adams Strunk, dona do Tennessee Titans, doaram 1 milhão de dólares cada (cerca de R$ 3,2 milhões). Robert Kraft, dono do New England Patriots, prometeu igualar a arrecadação que a cruz-vermelha receber e mais 1 milhão de dólares. As ligas também fizeram sua parte, a NFL e a NBA doaram 1 milhão de dólares cada.

O jogo entre Baltimore Ravens e New Orleans Saints, marcado para a cidade de New Orleans, também correu risco de cancelamento por conta da tempestade, que se move para a Lousiana e pode atingir a cidade, mas a NFL já descartou essa possibilidade. Em 2005, Nova Orelans sofreu com algo semelhante ao ser atingida pelo furacão Katrina. Os Saints jogaram aquela temporada inteira fora de casa.

Globo Esporte