quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Seleção feminina dá o troco e vence segundo amistoso contra EUA na Califórnia

(Foto: Matt Brown/USAV)


A seleção brasileira feminina de vôlei se reabilitou da derrota de domingo e bateu a equipe dos Estados Unidos por 3 a 1 (parciais de 26/24, 25/18, 19/25 e 25/15), em duelo realizado na noite de terça-feira, na Califórnia (já madrugada de quarta no Brasil). As duas partidas serviram de preparação para a disputa da Copa dos Campeões, que acontece de 5 e 10 de setembro, em Tóquio e Nagoya, no Japão.

A oposta Tandara foi a maior pontuadora da partida com 19 acertos. A ponteira Natália, com 18 pontos, e a central Carol, com 10, também se destacaram. Pelo lado americano, a oposta Drews foi quem mais marcou, com 15 acertos.

Diferentemente do encontro do fim de semana, quando foi envolvido pela equipe americana e caiu por 3 a 0, o time do Brasil mostrou um jogo mais consistente e foi melhor durante quase todo o tempo. O bom rendimento foi o fechamento do curto período de treinos para o torneio em solo japonês, para onde a delegação embarca já na manhã desta quarta.

- Esses jogos foram muito importantes para ganharmos ritmo de jogo e conhecermos mais a equipe dos Estados Unidos ,que mudou bastante em relação ao Grand Prix. Nesta quarta conseguimos jogar melhor em todos os fundamentos. O mais importante foi o fato da relação entre o bloqueio e a defesa ter funcionado bem, principalmente nos dois primeiros sets. Na terceira parcial comentemos muitos erros, e no quarto set voltamos a imprimir um saque mais forçado e nosso sistema de jogo melhorou. Foi uma vitória importante nesse processo de aprendizado por jogarmos contra uma seleção com a experiência dos Estados Unidos - avaliou o técnico José Roberto Guimarães.

Roberta, Tandara, Gabi, Natália, Bia, Carol e a líbero Gabi foram as escolhidas pelo comandante brasileiro para começarem jogando. Amanda, Rosamaria, Naiane, Monique e Mara entraram no decorrer.

Próximo desafio do grupo, a Copa dos Campeões foi disputada pela última vez em 2013 e teve o Brasil como campeão na ocasião. A seleção busca o terceiro título no evento (ganhou também em 2005), que é disputado de quatro em quatro anos. Além do selecionado nacional, participam também os Estados Unidos, Rússia, China, Coreia do Sul e o anfitrião Japão.

Globo Esporte