quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Sharapova supera início lento e vira para avançar à 3ª rodada no US Open

 (Foto: Geoff Burke-USA TODAY Sports)


Não foi uma atuação de gala, mas a vitória veio. A russa Maria Sharapova virou sobre a húngara Timea Babos, 59ª da WTA, parciais de 6/7(4), 6/4 e 6/1 na segunda rodada do US Open, nesta quarta-feira. O Grand Slam americano é o primeiro da tenista russa desde a suspensão de 15 meses por doping. Desde o retorno, em abril, Sharapova só venceu duas vezes seguidas no WTA de Stuttgart, quando voltou a jogar.

- Foi difícil controlar a vitória de ontem (sobre Halep). Por mais que eu quisesse ficar feliz, queria mudar muito rápido. Encontrar o rápido é muito feliz. Não foi meu melhor tênis. É um daquele dia que você ganha sem jogar o melhor. No segundo set, me senti fisicamente bem. Queria ser a jogadora mais em forma e fui. Estou indo um jogo por vez. Sei que é uma resposta chata, mas é isso - afirmou. 

A próxima adversária da ex-número 1 do mundo sai do confronto entre as americanas Sofia Kenin e Sachia Vickery. Como derrubou a cabeça de chave 2 Simona Halep logo na estreia, Sharapova tem chave aberta e não precisaria enfrentar uma top 10 até uma eventual semifinal. 

Sharapova não brilhou e teve dificuldade para se adaptar ao jogo da oponente, que tentou utilizar slices de forehand para forçar erros da russa. Além disso, a húngara teve como estratégia sacar no corpo da russa, para evitar que a ex-número 1 do mundo começasse os pontos atacando. Deu certo no primeiro set e os erros vieram. No momento crucial, no entanto, Sharapova cresceu. Quando sacou em 2/3 no 2º set, mostrou porque a garra pela qual é tão conhecida e cresceu na partida. Babos sentiu e pouco conseguiu fazer diante de uma cada vez mais confiante.

O terceiro set foi um passeio da siberiana. Soltou a mão e controlou a adversária para sair de quadra com nova vitória em seu primeiro Grand Slam após o retorno. Fechou o jogo com 39 winners e 36 erros não-forçados. Após a virada, a campeã de 5 Grand Slams soltou um grito de alívio. 

Globo Esporte