domingo, 24 de setembro de 2017

Com torcida de Nadal, Federer garante vitória para Europa em torneio de exibição

(Foto: AP Photo/Petr David Josek)


Não foi só quando formaram a dupla dos sonhos que Federer e Nadal mostraram uma sintonia incrível. O suíço Roger Federer teve uma torcida para lá de especial para conquistar uma vitória dramática neste domingo. Ele contou com apoio e até dicas do rival e amigo Rafael Nadal para bater o australiano Nick Kyrgios por 4/6, 7/6 e 11-9, salvando dois match-points, para garantir a conquista do "Time Europa" por 15 a 9 na Laver Cup, torneio de exibição realizado em Praga. Durante o jogo, Nadal foi o destaque mesmo sem estar em ação e torceu demais para o colega de equipe, soltando gritos de apoio e vibrando bastante para o rival em torneio oficiais.

Mais cedo, o próprio espanhol teve a chance de fechar o torneio e faturar o troféu para o time. Ele caiu, no entanto, para o americano John Isner por 7/5 e 7/6 e precisou ficar na torcida para que Federer conseguisse fechar o confronto. Caso o suíço não tivesse conseguido, o vencedor do evento seria definido num set decisivo de duplas. Apesar de enfrentar um inspirado Kyrgios, o número 2 do mundo conseguiu a virada em um jogo que levou o público da O2 Arena, em Praga, à loucura. Não mais que Rafael Nadal, claro. Após o fim do jogo, o Touro Miúra pulou para abraçar o rival, protagonizando um momento único em mais de uma década de rivalidade.

- Estava preparado para ir, é o que um membro de equipe faz. Tudo estava mudando muito rápido. Saberíamos que seria difícil. Já estava pensando nas duplas. Estou feliz que ganhamos. Tem sido um fim de semana dos sonhos para mim. Tinha uma visão que temos que homenagear as lendas no nosso circuito. Tudo o que queríamos fazer na nossa vida era jogar tênis e aqui estamos - afirmou Federer, que ainda ouviu um "obrigado" de Nadal por não precisar jogar um eventual jogo decisivo de duplas.

Apesar de não descartarem uma nova parceria no futuro, Roger Federer e Rafael Nadal voltam a ser rivais no ATP Masters 1000 de Xangai, na China. Neste momento, o tenista espanhol é o número 1 do mundo e tem vantagem de 2 mil pontos para o natural da Basileia: 9465 contra 7505. Mesmo em ampla desvantagem, o vencedor de 19 Grand Slams ainda tenta desbancar o decacampeão de Roland Garros.

A segunda edição do evento será realizada entre os dias 21 e 23 de setembro de 2018, em Chicago. A ideia é que o evento seja jogado anualmente e conte com as principais estrelas do tênis mundial.

Globo Esporte