sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Figueira reclama da recepção do Boa em Varginha: "Cortaram a água do vestiário"



O empate em 1 a 1, que impediu a saída do Figueirense da zona de rebaixamento da Série B, não foi o único descontentamento dos alvinegros na noite desta sexta-feira. Após a partida diante do Boa Esporte, o Furacão reclamou da atitude dos mineiros, do início ao fim do confronto.

Segundo o Figueirense, o Boa Esporte não divulgou a escalação previamente e ao fim do jogo cortou a água dos visitantes. Com isso, o Alvinegro deixou o estádio mais cedo e os atletas foram tomar banho no hotel.

- Descumpriram com tudo, cortaram a água do vestiário. Não conseguimos conceber algo desse perfil. É inadmissível uma recepção dessas. Não disponibilizaram escalação antes do jogo, além de todo o resto que causaram para a gente. Sempre recebemos todos os times muito bem, é um absurdo o que estão falando. O vestiário está sem água, os atletas vão tomar banho no hotel por conta da atitude do Boa Esporte - falou Cláudio Vernalha, um dos administradores do clube, à rádio CBN/Diário.

O técnico Milton Cruz também comentou a situação e lamentou a postura do Boa Esporte. Segundo o comandante, a atitude foge ao esporte.

- Estamos no país do futebol, mas ainda tem essas coisas. O tratamento que foi dado ao Figueirense é muito triste. Futebol é dentro de campo, quem for melhor ganha, essas artimanhas não existe mais... trabalhei em EUA, Japão, Europa, não estou acostumado com essas coisas. Isso é guerra? Quer guerra? Vai para o Iraque, viemos para jogar bola.

Globo Esporte