terça-feira, 5 de setembro de 2017

Ricciardo acredita que McLaren será mais rápida com qualquer outro motor

(Foto: Reprodução)


Fórmula 1 tem uma grande novela em 2017: qual será o destino de Fernando Alonso na próxima temporada? Após uma série de capítulos, que envolveram até uma participação do espanhol nas 500 Milhas de Indianápolis, ainda não se sabe o que o bicampeão fará em 2018. A principal especulação é de que ele teria veiculado a permanência na McLaren à saída da Honda como fornecedora de motores.

No último final de semana, em Monza, na Itália, ganharam força os rumores de que a Renault seria a montadora mais próxima de assumir os propulsores dos carros da McLaren. Zak Brown, chefe do time inglês, chegou a afirmar que a troca de fornecedor seria um bom trunfo para manter Alonso na equipe. Guiando um carro impulsionado pelos motores franceses, Daniel Ricciardo opinou sobre o efeito que a Renault teria no desempenho do carro britânico.

- Infelizmente a Honda não foi capaz de fazer o carro andar rápido com esses motores. Então, acho que se a McLaren colocar o motor Renault ou qualquer outro, serão automaticamente mais rápidos, porque o carro parece muito bom, e pode ser mais forte na próxima temporada - disse em entrevista ao jornal espanhol "Marca".

Bicampeão mundial em 2005 e 2006, Alonso não vence uma corrida na Fórmula 1 desde o GP da Espanha de 2013, quando ainda guiava pela Ferrari. Nos últimos dois anos e meio com a McLaren, o espanhol sequer conseguiu chegar ao pódio, e tem acumulado frustrações com as intermináveis quebras do motor Honda. Admirador das habilidades de Fernando como piloto, Ricciardo afirma que gostaria de vê-lo com um carro competitivo.

- Eu realmente gosto de Fernando, eu o respeito muito como um piloto. Gostaria de vê-lo sofrer menos na pista, vê-lo em um carro superior. Seria ótimo tê-lo como um companheiro, um dia, ele ou Hamilton. Eu gostaria.

Globo Esporte