sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Após vitória e classificação, Vôlei Ribeirão decide título contra Itapetininga

(Foto: Alex Júnior/VôleiUm)

Por Redação Blog do Esporte


O Vôlei Ribeirão derrotou o Santo André na noite dessa quinta-feira (26) por 3 sets a 1 e carimbou a vaga para a final da Taça Prata. De quebra, já garantiu vaga para a Superliga B, a segunda divisão do vôlei nacional, que deve começar em janeiro de 2018.

A equipe saiu atrás do placar, mas conseguiu boa reação, impor o seu limite e vencer a partida. Agora, o time enfrenta os donos da casa, o Itapetininga, em busca do primeiro título na curta história do clube do interior paulista.

O técnico Marcos Pacheco conta que a força dos torcedores é muito importante para o clube e espera a casa lotada para a competição nacional.

“Passa muita coisa na cabeça. Nessa hora você tem que concentrar no jogo, mas passa coisa na cabeça. No 23 a 18, ali eu pensei na Cava do Bosque cheia. ‘Será que vamos jogar a Superliga com a Cava do Bosque lotada?’. Ontem veio um lampejo de coisa boa, uma coisa bonita que é o ginásio lotado”, disse em entrevista ao final do confronto de quinta.

A final da Taça Prata entre Vôlei Ribeirão e Vôlei Itapetininga acontece neste sábado (28), às 18h30, em Itapetininga. “É uma possibilidade muito legal. O time é montado, passa por processo de evolução e busca títulos. Podemos buscar o primeiro. Vamos lutar muito”, completa o treinador Pacheco.