domingo, 22 de outubro de 2017

Falcão decide, Sorocaba bate Corinthians em jogo confuso e fatura título da LPF

(Foto: Reprodução)


Final, ginásio lotado e quebra de tabu. Ingredientes não faltaram na decisão do título da Liga Paulista de Futsal. Em confronto disputado na Arena Sorocaba neste domingo, no interior paulista, o Sorocaba derrotou o Corinthians no tempo normal por 5 a 1, forçando a prorrogação e vencendo no tempo extra por 4 a 2, conquistando o bicampeonato da Liga Paulista. No fim da partida, uma briga generalizada entre torcidas quase manchou a festa.

Após ser derrotado na primeira partida por 3 a 2, no ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, o Sorocaba precisava, além de devolver a derrota para forçar a prorrogação, quebrar um tabu de mais de dois anos sem vencer o Corinthians.

Com gols de Rocha, Rodrigo, Eder Lima, Neto e Falcão, o time do interior paulista goleou no tempo normal por 5 a 1 forçando a decisão na prorrogação. No tempo extra, o Sorocaba viu o Corinthians abrir sair na frente, mas contou com a estrela de Falcão para virar o confronto para 4 a 2 e faturar o bicampeonato estadual.

O jogo

O primeiro tempo de Sorocaba e Corinthians foi digno de uma decisão de título. Em ritmo alucinante nos cinco minutos iniciais, coube ao pivô Rocha, com menos de três minutos de partida, abrir o placar para o Sorocaba com um golaço.

O clima tenso dentro de quadra, principalmente entre Vander Carioca e Lé, deixava ainda mais claro o tamanho da rivalidade criada entre os dois times nos últimos anos.

Apesar do bom ritmo, os dois times não traduziram a intensidade em oportunidades. O clima tenso fez com que o Corinthians estourasse o número de faltas. No tiro livre, Rodrigo ampliou para o Sorocaba.

Em desvantagem, o Corinthians passou a pressionar o Sorocaba para ainda manter viva a chance de título no tempo normal. Porém, viu Rodrigo dar ótima assistência para Eder Lima, que tocou na saída de Guitta e marcou o terceiro dos donos da casa.

Na volta do intervalo, o Corinthians partiu para o tudo ou nada em busca do empate. Mas, quem voltou a marcar foi o Sorocaba. Em bela triangulação, Rocha passou para Leandro Lino que rolou a bola Neto, marcar o quarto do Sorocaba na partida e o seu primeiro após o retorno ao futsal.

Com goleiro-linha, o Corinthians buscou nos 10 minutos finais o empate improvável. E quando Falcão está em quadra, a missão fica ainda mais difícil. Foi do camisa 12 o quinto gol, da quadra de defesa do Sorocaba.

No fim do tempo normal, Douglas marcou o gol de honra do Corinthians, buscando dar novo ânimo para o time em busca da vitória na prorrogação.

Prorrogação

Com a vantagem do empate na prorrogação por ter a melhor campanha na classificação geral, o Sorocaba parecia administrar o bom momento que vivia na partida. Com menos de dois minutos de tempo extra, Matheus colocou o Corinthians em vantagem.

Com Falcão de goleiro-linha, o Sorocaba empatou ainda no primeiro tempo, em um lance polêmico. No estouro do relógio, Leandro Lino soltou a bomba e acertou o ângulo de Guitta. Apesar da reclamação corintiana em relação ao tempo esgotado, a arbitragem validou o gol (assista o lance abaixo).

No segundo tempo, prevaleceu a estrela de Falcão, que aproveitou a defesa desarmada do Corinthians para virar o duelo na prorrogação. Ainda deu tempo para Rodrigo marcar o terceiro do Sorocaba e Jhonny descontar para o Corinthians. Pixote, nos últimos 10 segundos, deixou o jogo em 4 a 2, passando a régua.

Após um espetáculo dentro de quadra, cenas lamentáveis mancharam a decisão do título. Torcedores do Corinthians invadiram o espaço dos torcedores do Sorocaba e uma briga generalizada não aconteceu porque os jogadores entraram no meio para intervir.

Ficha técnica

Sorocaba: Tiago; Lé, Leandro Lino, Lé e Rocha. Entraram: Neto, Edgard, Eder Lima, Bruno, Falcão, Pixote e Rodrigo.

Corinthians: Guitta; Nenê, Alex, Leandro Caires e Vander Carioca. Entraram: Careca, Índio, Jhonny, Douglas, Matheus, Edson, Genaro e Wilsinho.

Globo Esporte