segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Juntinhos: após mudança de sede, Brasil e Inglaterra chegam a Calcutá para semifinal

(Foto: Reprodução/Fifa)


Rivais na semifinal do Mundial sub-17 da Índia, os jogadores de Brasil e Inglaterra ficaram muito próximos nesta segunda-feira. Por conta da mudança do local do jogo de quarta, as delegações viajaram juntas de Guwahati para Calcutá. Depois de um confuso processo de definição sobre a alteração, a Fifa fretou um avião para as equipes.

No voo, que durou quase duas horas, uma equipe ocupou a dianteira e a outra ficou no fundo. O contato foi cordial. Em Calcutá, Brasil e Inglaterra ficarão no mesmo hotel.

Por conta do péssimo estado do gramado do estádio de Guwahati, a Fifa foi forçada a remarcar o confronto para Calcutá - uma decisão tomada depois de "uma avaliação completa das condições", segundo afirma comunicado divulgado pela organização. O duelo ocorre na próxima quarta-feira, às 9h30 (de Brasília).

- Apesar dos grandes esforços de todas as partes envolvidas, incluindo as autoridades do governo de Assam, para preservar o gramado, a Fifa tomou a decisão após consultar os dois times, buscando a segurança da saúde dos jogadores e garantir as melhores condições de jogo - diz a nota da Fifa, que devolverá o dinheiro dos fãs que compraram ingressos para o jogo em Guwahati.

A demora para a definição do local da partida fez com que houvesse uma complicação na logística das duas equipes, que só desembarcaram em Calcutá no início da madrugada desta terça-feira, no horário da Índia (7h30 a mais que o horário de Brasília).

Fortes chuvas deixaram o gramado do Indira Gandhi Athletic Stadium em situação muito ruim, e despertaram o temor de que o jogo não pudesse ser realizado no local. Fifa, Comitê Organizador Local e as duas seleções debateram o tema nos últimos dias, e a entidade optou por aguardar para ver se as condições do campo melhorariam.

O tempo ruim já havia atrapalhado o confronto entre Mali e Gana, pelas quartas de final, no sábado. Funcionários usaram rodos para diminuir as poças no gramado, que apresentou problemas durante a partida vencida por 2 a 1 pelos malineses.

Globo Esporte