terça-feira, 17 de outubro de 2017

Presidente do Palmeiras admite manter Valentim e fala sobre Lucas Lima e Fabra

(Foto: Martín Fernandez)


A possibilidade de ter Alberto Valentim no comando da equipe em 2018 não está descartada pela diretoria do Palmeiras. Pelo menos foi o que disse o presidente Maurício Galiotte após o sorteio dos grupos do Campeonato Paulista, nesta terça-feira, em São Paulo.

– A ideia é que Alberto faça os jogos até o fim do ano. É importante dizer que tem, sim, chance de o Alberto ser o técnico pra 2018 – disse Galiotte.

Desde a saída de Cuca, confirmada na semana passada, o nome de Mano Menezes é considerado internamente como o plano A para assumir o comando do Palmeiras na próxima temporada. O treinador do Cruzeiro possui contrato com o clube mineiro até dezembro e ainda tem futuro incerto.

REFORÇOS

Questionado sobre o futuro do time, o dirigente voltou a repetir o discurso de manter a base e fazer contratações pontuais.

– A ideia não é (de fazer) grandes ajustes no elenco. É manter o elenco que está aí. Se precisar de reforços, vamos trabalhar para isso. Mas a ideia é manter o elenco para 2018 – acrescentou o dirigente.

Sobre o planejamento para a próxima temporada, Galiotte evitou falar sobre nomes que possam chegar ao clube em 2018. Ele negou a negociação com Lucas Lima, do rival Santos.

– Nenhuma chance (Lucas Lima). Ele tem contrato com o Santos – afirmou o dirigente.

Perguntado sobre o suposto interesse no lateral-esquerdo colombiano Frank Fabra, do Boca Juniors, o dirigente cravou:

– Não. Nada.

Globo Esporte