segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Diretoria do Real decide colocar Bale à venda após nova lesão, diz jornal

 (Foto: REUTERS/Wolfgang Rattay)


As más condições físicas e as lesões em sequência podem abreviar a passagem de Gareth Bale pelo Real Madrid. O jornal "As" afirma nesta segunda-feira que a diretoria merengue decidiu que vai negociar o atacante na janela de transferências do próximo verão europeu, ao fim da atual temporada, em junho. A notícia surge dias depois de o jogador ter um problema na coxa esquerda confirmado.

A publicação aponta que a gota d'água que deu fim à paciência da cúpula dos dirigentes seria justamente esta lesão, sua 19ª desde que chegou ao clube espanhol, em 2013, por € 100 milhões - maior contratação da história do futebol, na época. O "As" diz que Bale só pôde ser visto em "seu melhor nível em ocasiões contadas" desde então, além de apontar que o "impacto midiático" do jogador está longe do esperado.

A atual temporada era vista como uma última chance para Bale diante da diretoria merengue, diz o jornal, que afirma que os mandatários comandados pelo presidente Florentino Pérez escolheram não vender o galês para o Manchester United, que demonstrou interesse no atacante. Porém, Bale só jogou nove das 19 partidas do Real em 2017/18.

O "As" diz que as lesões de Bale nesta temporada podem ter feito o preço do jogador cair, apontando que o United poderia ter pago até € 150 milhões pelo galês na janela do último verão. Atualmente, na visão do jornal, o atacante valeria cerca de € 80 milhões. Ainda assim, sua saída poderia abrir espaço para a chegada de um novo galáctico, já que o camisa 11 foi a última grande contratação merengue.

O jogador de 28 anos está sem jogar desde o fim de setembro por conta de um problema na panturrilha, que o impediu de defender a seleção galesa em amistosos nesta semana. Entretanto, Bale teve um novo problema físico treinando no CT de Valdebebas na última sexta-feira, devendo ficar parado por até quatro semanas.

Globo Esporte