quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Jogo contra o Botafogo marca despedida de Zé Roberto do Palestra

 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)


Sem chances de título e já garantido na fase de grupos da Copa Libertadores 2018, o Palmeiras enfrenta o Botafogo às 20 horas (de Brasília) de segunda-feira, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será a última do clube no Palestra Itália antes da aposentadoria do veterano Zé Roberto.

Aos 43 anos, caso não mude de ideia novamente, o lateral esquerdo encerrará a longa carreira após o Campeonato Brasileiro 2017. Como na 38ª rodada o Palmeiras visita o Atlético-PR, o duelo com o Botafogo é a última chance para Zé Roberto atuar no Palestra Itália, estádio em que fez história.

Contratado pelo Palmeiras após defender o Grêmio em 2015, o lateral iniciou a temporada com uma preleção histórica, exaltando a grandeza do clube. No fim do ano, após vitória sobre o Santos nos pênaltis, ergueu a Copa do Brasil, primeiro título desde a abertura da arena e símbolo de uma nova era da agremiação.

O veterano teve participação consistente na campanha que culminou com a conquista do Campeonato Brasileiro 2016 – em lance memorável, evitou gol do Cruzeiro com o abdome, em Araraquara. Animado com a chance de disputar a Copa Libertadores 2017, Zé Roberto renovou por mais uma temporada.

O veterano perdeu espaço ao longo de 2017 e disputou 34 jogos, menos do que em 2015 (51) e 2016 (47). A lateral esquerda foi uma das posições mais problemáticas para o Palmeiras na temporada, a ponto de o clube já ter acertado a contratação de Diogo Barbosa, do Cruzeiro.

José Roberto da Silva Júnior marcou um total de 10 gols em 132 partidas com a camisa da Sociedade Esportiva Palmeiras. Saudado pela torcida como “Animal”, grito inicialmente atribuído ao ídolo Edmundo, o ex-jogador da Seleção, presente nas Copas de 1998 e 2006, deve ser homenageado pelo clube.

Com Egídio de saída, Michel Bastos vem sendo utilizado como titular na lateral esquerda pelo técnico interino Alberto Valentim. Entre os torcedores palmeirenses, há quem defenda a escalação de Zé Roberto desde o início em sua última partida no Palestra Itália.

Gazeta Esportiva