sábado, 11 de novembro de 2017

Lusa vence, mas vê placar insuficiente, e Ferroviária avança à final da Copa Paulista

(Foto: Reprodução)


A Portuguesa foi valente, venceu a Ferroviária por 1 a 0, na Arena da Fonte Luminosa, na noite deste sábado, porém, o placar foi insuficiente para levá-la à decisão da Copa Paulista. Apesar da derrota, quem comemorou foi a Locomotiva, que na soma dos dois jogos fez 2 a 1 na Lusa e avançou à final da Copinha – sua segunda seguida.

A Ferrinha tinha o controle da partida até os 30 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Luan se atrapalhou com a bola no campo de defesa, ela sobrou para o artilheiro Guilherme Queiroz, que fez o gol e incendiou o jogo. A Lusa teve chance de ampliar e levar a decisão aos pênaltis, mas falhou nos arremates finais.

Com a vantagem por ter vencido na ida por 2 a 0, a Ferroviária soube utilizar o regulamento em seu favor. No primeiro tempo, o time de PC de Oliveira apostou nos contra-ataques e teve as melhores chances para abrir o placar. A Portuguesa tentou, mas não conseguiu furar o bloqueio da Locomotiva.

A etapa final do jogo mostrou a Ferrinha mais à vontade, próxima do gol da Lusa, porém, displicente nas finalizações. No momento de controle da partida, o zagueiro Luan se atrapalhou com a bola, perdeu para o atacante Guilherme Queiroz e viu a Portuguesa abrir o marcador, aos 30 minutos. A partir daí, os visitantes se lançaram em busca do gol que levaria às penalidades. Teve chances, mas também se abriu e quase levou o empate, em duas chances desperdiçadas pelo atacante Léo Castro. A vitória teve sabor de derrota à Lusa, enquanto o revés afeano foi celebrado nas arquibancadas da Fonte. No placar agregado, a AFE ficou com a vaga na decisão da Copinha.

Eliminada na semifinal da Copa Paulista, a Portuguesa não disputará nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro em 2018. A última vez que isso aconteceu foi há 38 anos, em 1979, quando ela abdicou de sua participação no nacional. Na próxima temporada, a Lusa disputará a Série A2 do estadual no primeiro semestre, e novamente a Copa Paulista na segunda metade do ano. Na Copa do Brasil, o clube pode ganhar uma vaga na competição somente através do ranking da CBF, ainda não atualizado.

A classificação à final da Copa Paulista é comemorada pela Ferroviária, porém, o time perdeu sua invencibilidade de 11 partidas na competição. O último revés havia acontecido em 2 de setembro, para o Noroeste, em Bauru, por 1 a 0. Em 22 partidas, são apenas quatro derrotas, sendo que três delas na Arena da Fonte.

A Ferroviária chega pela terceira vez à decisão da Copa Paulista, e a segunda vez seguida. Em 2016, a Locomotiva perdeu a final nos pênaltis para o XV de Piracicaba. Em 2006, ficou com o título ao bater o Bragantino. Desta vez, o rival será a Inter de Limeira, que chega pela primeira vez para decidir a taça. E esse confronto já aconteceu na segunda fase da atual Copinha. Foram dois empates: 2 a 2 na Fonte e 0 a 0 no Limeirão.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) fará uma reunião no início da tarde desta segunda-feira, em sua sede, para definir os horários e as datas das partidas. A Ferroviária, por ter melhor campanha, fará o segundo jogo em Araraquara. A partida de ida das finais será no Limeirão.

Globo Esporte