sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Paulistano deslancha no fim, vence Franca e festeja título estadual no Pedrocão

(Foto: Newton Nogueira)


O Paulistano calou o Pedrocão na noite desta quinta-feira ao vencer o Franca por 91 a 76, fechar a série em 3 a 2 e ficar com o título do Campeonato Paulista pela primeira vez em sua história. Sem se intimidar com os 5,5 mil torcedores no ginásio rival, o time comandado pelo técnico Gustavo De Conti encerrou uma sequência de vices, quando bateu na trave no estadual (2013) e no NBB (2013-14 e 2016-17).

O jogo foi equilibrado até o início do último quarto, quando o CAP acertou a pontaria com o armador Deryk Ramos e o ala americano Kyle Fuller, que foi o cestinha da partida com 18 pontos e também terminou como melhor jogador da decisão, eleito pela Federação Paulista de Basquete. Pelo lado francano, o ala Jefferson William também fez 18 pontos, mas não evitou a frustração dos donos da casa, que completaram dez anos sem um título relevante.

O Paulistano não terá muito tempo para comemorar seu título estadual, já que estreia no NBB neste sábado, com uma reedição da última final diante do campeão Bauru, no ginásio Antonio Prado Jr., às 14h. O Franca terá um tempo um pouco maior para se recuperar da perda da taça, já que entrará em quadra na segunda-feira, no Pedrocão, para enfrentar Campo Mourão, às 20h10.

Ritmo alucinante

O início da partida parecia uma continuação do jogo 4, com o Paulistano soberano em quadra. Com transição e velocidade, o armador Elinho ditou o rumo dos primeiros dez minutos. Ele fez cinco pontos e deu quatro assistências. O time da capital foi melhor no garrafão também, com oito rebotes contra seis do Franca. Sem pressão, os visitantes deixaram o Pedrocão calado, com um placar de 24 a 16 no primeiro quarto.

O marcador chegou a 32 a 18 no início do segundo período, até Cipolini despertar o time e o torcedor na arquibancada. Uma cesta de três e um toco em sequência levantaram o público e também o ala Jefferson, até então apagado. Os donos da casa equilibraram os rebotes e trabalharam bem no garrafão, sem precisar recorrer a todo instante às bolas de três. Já sem o ritmo alucinante do quarto inicial, o CAP viu Jefferson empatar a partida no último ataque antes do estouro do cronômetro: 39 a 39.

Dupla cala Pedrocão

O terceiro quarto teve momentos de tensão, disputa pela bola e os times alternando acertos no ataque. Tanto que levaram a decisão do campeonato para o período derradeiro. Mas o Paulistano guardou seu melhor basquete para o final, especialmente o armador Deryk Ramos e o ala-armador americano Kyle Fuller. Juntos, eles converteram 19 pontos e fizeram a diferença no marcador. No fim, o capitão do time francano, Léo Meindl, ainda foi desqualificado com cinco faltas. Com a diferença em quase 20 pontos, o Pedrocão se calou e os times deixaram apenas correr o cronômetro até zerar, e o Paulistano confirmar seu primeiro título estadual.

Globo Esporte