quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Pepê leva título do Campeonato Brasileiro de Slalom pela 7ª vez seguida

(Foto: Arquivo Pessoal)


O primeiro dia de competições do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom chegou ao fim em Três Coroas, no Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira, foram conhecidos os campeões brasileiros de 2017. Pedro Henrique Gonçalves, o Pepê, chegou a sete títulos nacionais consecutivos e comemorou nas redes sociais. Nos dois próximos dias, o canoísta foca na disputa das classificatórias da Seletiva Nacional, que definirá os representantes do Brasil nos torneios internacionais em 2018.

- E aí, galera, eu sou Pepê Gonçalves e acabo de conquistar o sétimo título brasileiro consecutivo na categoria principal do Campeonato Brasileiro Sênior aqui em Três Coroas, no Rio Grande do Sul. E o primeiro lugar no primeiro dia de seletivas nacionais. Tem mais dois dias de seletivas nacionais, muito importantes, mas o título brasileiro já é meu, e o primeiro dia de provas também é meu. Conto com a torcida de vocês nos dois dias de prova e para esse ciclo olímpico que acaba de se iniciar - comentou o atleta em um vídeo postado em sua conta oficial no Facebook.

O atleta de Piraju, no interior de São Paulo, competiu no K1 Masculino Sênior. Ele garantiu o topo do pódio em sua segunda descida, na qual fez o tempo de 92s31, sendo o barco mais rápido do dia.

- Eu estou bem cansado, competi oito vezes este ano e tentei fazer o meu melhor, busquei a velocidade, mas na primeira descida tive uma penalidade de 50 segundos, na segunda acertei e fui muito bem. Busquei ter um bom resultado no primeiro dia de classificatória, agora é fazer uma boa descida amanhã para garantir com tranquilidade minha vaga - disse o competidor.

Além de Pepê, Ana Sátila foi outro destaque. Favorita nas duas provas individuais femininas, ela levou pela sexta vez dois ouros, um no C1 Feminino Sênior e outro no K1 Feminino Sênior. Na canoa, fez o tempo de 116s51 segundos, já no caiaque, o seu melhor resultado, conseguiu 103s81, sem cometer penalidades. Segundo a atleta, a pista estava muito boa.

- É uma pista divertida e eu particularmente gostei muito, de alto nível e bem complicada. Ela exige uma grande análise técnica - relatou.

Já no C1 Masculino Sênior, o título fica nas mãos de Felipe Borges. O atleta garantiu o lugar mais alto no pódio na sua segunda descida fazendo em 103s53 sem cometer nenhuma penalidade.

- A tensão é dobrada em uma prova tão decisiva, eu percebi que não estava tão solto, agora as atenções irão para a seletiva - explicou.

Globo Esporte