segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Ponto de Opinião: Tradição e planejamentos causam ano trágico para o Internacional

(Foto: Ricardo Rímoli/AGIF)

Por Redação Blog do Esporte


O fim de semana não foi como esperado para o Internacional. A equipe desperdiçou a chance de conseguir o acesso antecipado para a série A do Campeonato Brasileiro, e de quebra, demitiu o técnico Guto Ferreira. Em ano que foi turbulento para a torcida, é possível que a temporada não vá terminar da maneira esperada.

Demitir o técnico agora foi um erro que vem acontecendo desde o início da temporada. A diretoria não soube colocar o time em campo, contratou mal e não conseguiu jogadores para todas as posições, e ainda viu o início do Brasileiro ser desastroso.

O que é estranho foi a saída de Guto. É nítido como o sistema político do Inter afeta diretamente o futebol em campo e o emocional de todos. Um técnico que conseguiu levar a equipe ao G4, dificilmente sairia do que jeito que Guto saiu. Chega a ser inacreditável.

Agora o foco é nesta segunda-feira contra o Oeste. É bom rezar porque 2018 deve prometer. E muito.