sábado, 4 de novembro de 2017

São Paulo vence, afunda Atlético-GO e já sonha com Libertadores

(Foto: Futura Press)


Quem diria: até outro dia vivendo o risco de amargar um rebaixamento no Brasileirão pela primeira vez em sua história, o São Paulo agora já pode sonhar com Libertadores! Com a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO no Serra Dourada, em Goiânia, na noite deste sábado, o Tricolor paulista pulou para a nona colocação com 43 pontos, só quatro a menos do que o Flamengo, sétimo e que hoje estaria qualificado para a fase prévia do torneio continental. Mas o que hoje é um G-7 pode virar G-9, caso o Grêmio (atualmente quarto colocado) conquiste a Libertadores (disputará a final contra o Lanús, da Argentina) e o Flamengo seja campeão da Copa Sul-Americana (está nas semifinais).


O fato é que o São Paulo já está praticamente livre da ameaça do rebaixamento. Com 43 pontos, precisaria de apenas mais quatro em seis jogos para não ter nenhum risco matemático. Já o Atlético-GO, estacionado nos 27, só escapa da degola se vencer seus seis jogos restantes e ainda contar com tropeços dos concorrentes diretos.

Aliás, com a vitória em Goiânia e a derrota do Botafogo para o Fluminense, o São Paulo tem agora a melhor campanha do segundo turno com 24 pontos. Palmeiras (22) e Cruzeiro (21), porém, ainda podem ultrapassar o Tricolor neste domingo. Vale ressaltar também que o São Paulo não vencia três partidas consecutivas no Campeonato Brasileiro desde junho de 2015, quando ainda era comandado pelo colombiano Juan Carlos Osorio. O responsável agora é Dorival Júnior, que assumiu o time após a demissão de Rogério Ceni, em 10 de junho.

O grande responsável pela recuperação do São Paulo no Brasileirão foi também o autor do gol da vitória: Hernanes. De peito, ele completou cruzamento de Pratto e marcou, aos 21 minutos do primeiro tempo. Neste seu retorno ao São Paulo, Hernanes soma 16 jogos, com nove gols e três assistências.

Quem também tem imensa parcela na recuperação do São Paulo é a torcida, que, além de lotar os jogos em casa, também marca presença em peso como visitante. Neste sábado, em Goiânia, o espaço destinado aos são-paulinos precisou ser aumentado, já que a presença dos tricolores foi maior do que o esperado. O público pagante foi de 15.439 pessoas (17.697 no total, com renda R$ 696.485,00.). Como a maioria era de são-paulinos, o grito que se ouviu ao fim do jogo foi "Time de guerreiros".

Os dois times voltam a jogar na quinta-feira. O São Paulo recebe a Chapecoense no Pacaembu, às 20h. No mesmo horário, o Atlético-GO encara o xará mineiro em Belo Horizonte.
  
"Temos que comemorar um pouco e, a partir de segunda, já vamos pensar na Chapecoense. É seguir trabalhando em busca do nosso objetivo. Os três pontos hoje foram muito difíceis. Nosso objetivo ainda é fugir do rebaixamento. É dar um passo de cada vez. Com muita humildade, vamos continuar trabalhando. Se alcançarmos nossa meta na próxima semana, aí poderemos planejar outras coisas".

Globo Esporte