terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Mineirão se candidata a sediar eventual final em jogo único da Libertadores

 (Foto: Agência I7)


A Conmebol ainda estuda a possibilidade de uma final em jogo único para a Libertadores. Se a definição for essa, a entidade já tem uma cidade brasileira candidata a receber a grande partida: Belo Horizonte. Alejandro Domínguez, presidente da federação sul-americana, recebeu na segunda-feira a visita de Castellar Modesto Guimarães Neto, presidente da Federação Mineira de Futebol, e de Ludmila Ximenes Resende, diretora de Relações Institucionais do Mineirão, indicando a capital mineira para sediar uma eventual decisão em um jogo.

A possibilidade da final em jogo único ficará para 2019 e será discutida na última reunião do Conselho da entidade, na próxima semana, em Assunção. A ideia vem sendo estudada há algum tempo pela Conmebol, que chegou a divulgar o calendário para 2018 com duas possibilidades, mas manteve a decisão com dois jogos na próxima temporada.

Meses atrás, o embaixador do Equador no Paraguai, José Enrique Nuñez Tamayo, também candidatou Quito para receber uma eventual final em jogo único. De acordo com a Conmebol, ao menos outras duas cidades sul-americanas se manifestaram extraoficialmente para sediar a possível decisão em uma partida.

Globo Esporte