domingo, 14 de janeiro de 2018

Com novo pitbull e dois gols de Papagaio, Palmeiras massacra e avança na Copinha

(Foto: Reprodução)


O Palmeiras está nas oitavas de final da Copa São Paulo. E chega embalado. Na manhã deste domingo, o Verdão atropelou o Taubaté no estádio Joaquinzão: 7 a 0, a maior goleada desta edição do torneio. Seis gols aconteceram no segundo tempo. Nem pareciam os mesmos times que haviam empatado por 1 a 1 em duelo pela primeira fase. Fernando, Yan, Gabriel Furtado, Luan, Mateus Neres e Papagaio, duas vezes, fizeram os gols. Nas oitavas de final, o Palmeiras enfrenta o vencedor do duelo entre Vasco e Água Santa, que se enfrentam às 15h deste domingo.

O jogo começou equilibrado, com o Taubaté dando sinais de que não temia o Palmeiras. Com o passar do tempo, porém, o Verdão começou a mostrar sua força. Tornou-se mais presente no ataque e fez o goleiro Felipe trabalhar – especialmente em chute de Léo Passos, aos 26 minutos. A insistência deu resultado aos 46, quando Fernando aproveitou rebote de chute cruzado de Alan e empurrou para o gol.

As esperanças do Taubaté ruíram no comecinho do segundo tempo. Yan, com um golaço de fora da área, ampliou no primeiro minuto. Gabriel Furtado, também de fora da área, chutou forte para fazer 3 a 0 - e saiu imitando um pitbull, como Felipe Melo.

E aí o Palmeiras foi empilhando gols: Luan, Mateus Neres e Papagaio, com mais dois, fecharam a conta.

Palmas para Yan. O atacante recebeu no peito, após passe de José Aldo, e emendou uma pancada de perna esquerda. Golaço – o segundo do Palmeiras na goleada.

Papagaio leva esse apelido desde criança - por falar muito. Mas ele também sabe usar os pés. O atacante foi a campo no segundo tempo, fez dois gols e deu o passe para outro. Foi o destaque do jogo.

O volante Gabriel Furtado fez mais um gol e voltou a homenagear Felipe Melo, seu ídolo: imitou um pitbull, a exemplo do que faz o jogador do elenco principal do Palmeiras. Ele já havia feito o gesto na vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo-PB – e recebeu uma mensagem de carinho de Felipe Melo nas redes sociais.

Aos 21 minutos do segundo tempo, a bola decidiu que não entraria. O ataque do Palmeiras parou primeiro em uma defesa do goleiro Felipe. Depois, a trave atrapalhou duas vezes: em chute de Alanzinho e em cabeceio de Vitão. Tudo no mesmo lance.

Globo Esporte