quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Federer dá show de tática contra Berdych e vai à semi na Austrália sem perder sets

(Foto: Reprodução)


Roger Federer continua implacável no Aberto da Austrália. Na manhã desta quarta-feira, o atual número 2 do mundo deu uma aula tática para conseguir vencer o embalado Tomas Berdych (20º) por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (1), 6/3 e 6/4, em 2h18, para avançar à semifinal da competição sem perder um set sequer até aqui.

Por uma vaga na decisão, Federer vai enfrentar a sensação do torneio, o sul-coreano Hyeon Chung (58º), que mais cedo venceu o norte-americano Tennys Sandgren também em sets diretos. Campeão em 2017, o suíço de 36 anos tenta o bicampeonato consecutivo e o sexto título no Aberto da Austrália em sua carreira - o que o elevaria ao maior vencedor do torneio ao lado de Novak Djokovic e Roy Emerson.

O jogo

Berdych começou a partida em ritmo intenso, insistindo na esquerda de Federer e a tática se mostrou eficaz. Logo, o tcheco quebrou o saque do atual número 2 do mundo e abriu 3/0 no primeiro set. Sem incomodar Berdych, o suíço mudou o estilo de devolução e passou a tirar mais o peso da bolinha a partir do nono game, quando o adversário sacava para o set em 5/3. A tática funcionou e Federer salvou um set point e quebrou o serviço do adversário.

O suíço ainda salvou um novo set point, quando encarou um break point no 5/6, mas conseguiu confirmar o saque e forçou o tie-break. Federer começou avassalador e abriu logo 3-0. Berdych não conseguiu se encontrar ao longo de toda a parcial, e o ex-número 1 do mundo abusou de uma bela curtinha para fechar em 7-1.

No segundo set, Federer voltou a dar uma aula de tática e leitura de jogo. Nos sete primeiros games, trocou bolas com Berdych com intensidade e colocou velocidade no jogo. No terceiro game, ainda chegou a salvar um break point. Quando vencia por 4/3, mudou o estilo de suas jogadas e novamente confundiu o adversário ao tirar o peso da bolinha. Como resultado, conseguiu a quebra e sacou para o set, confirmando seu serviço com um belo saque que teve devolução do tcheco para fora para fechar em 6/3.

Berdych pediu pausa médica e foi para o vestiário, aproveitando um intervalo para esfriar a partida. Mas, o efeito não surtiu em Federer. O suíço se manteve sólido no início terceiro set e se aproveitou dos erros não forçados do adversário para anotar uma quebra no terceiro game. Mas, o tcheco reagiu e com uma linda devolução no pé do rival devolveu o break na sequência, empatando em 2/2.

Federer, mais uma vez, forçou no saque do rival e, desta vez, com boas devoluções voltou a ficar à frente com uma nova quebra, fazendo 3/2. A partir daí, os tenistas usaram bem os seus serviços. Berdych lutou o quanto pôde e fez um belíssimo nono game para tentar se manter no jogo. Mas, sacando para o jogo, o suíço foi inapelável com seu serviço e fechou a partida em 6/4 para avançar à semifinal.

Globo Esporte