segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Melo e Kubot começam temporada com vitória na Austrália

(Foto: Peter Staples / Getty Images)


Marcelo Melo e Lukasz Kubot encerraram 2017 como melhor parceria do mundo e com o mineiro comemorando a liderança do ranking mundial individual de duplas. Nesta segunda-feira (8), eles voltaram à quadra como favoritos para o início da temporada 2018 e conquistaram a primeira vitória do ano. Melo e o polonês Kubot, cabeças de chave número 1, estrearam no ATP 250 de Sidney, na Austrália, derrotando o romeno Florin Mergea e o sérvio Nenad Zimonjic por 2 sets a 0, parciais de 7/6(8-6) e 6/3, em 1h30 de jogo. 

Pelas quartas de final em Sidney, eles enfrentarão os vencedores da partida entre as duplas formadas pelo croata Nikola Mektic e o austríaco Alexander Peya e Damir Dzumhur, da Bósnia, e Roman Jebavy, da República Checa, que jogam nesta terça-feira (9). 

Melo é o atual número 1 do mundo do ranking individual de duplas, posição que a partir desta segunda-feira passa a dividir com o parceiro Kubot, ambos com 9.220 e, agora, com o mesmo número de torneios somados - 24. No total, na carreira, Melo já tem 37 semanas na liderança.

"Conseguimos jogar bem nossa primeira partida do ano. Foi muito bom a maneira como jogamos. Agora é continuar no mesmo ritmo. Nós temos feito bons treinos aqui em Sidney, como preparatório para Melbourne. Teremos mais um jogo duro pela frente, nas quartas de final, mas ficamos felizes com a nossa primeira rodada”, analisou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis. 

A partida de estreia na temporada, em Sidney, começou equilibrada, com o primeiro set sendo decidido apenas no tie break. Melo e Kubot fecharam em 8/6 para vencer a primeira série em 7/6(6). No segundo set, eles conseguiram a quebra logo no primeiro game, abrindo em seguida 2/0 e, com novo break, no nono e último game, fecharam em 6/3 para comemorar a primeira vitória do ano.

Melo e Kubot, melhor dupla do mundo, jogam como favoritos em Sidney e disputam o torneio como preparação para o primeiro Grand Slam do ano, o Australian Open, que será realizado a partir do dia 15, em Melbourne.

Na temporada 2017, seis títulos e 51 vitórias. Agora, a primeira vitória de 2018 – O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros. Melo, que encerrou o ano como número 1 do mundo, ocupou a liderança do ranking pela primeira vez em 2015 e soma até agora 37 semanas no topo ao longo da carreira. Em Sidney, garantiram a primeira vitória da temporada 2018. 

Recordista brasileiro em número de títulos: Marcelo Melo é o tenista brasileiro com maior número de títulos: 28, sendo oito Masters 1000.

Principais conquistas na carreira: o primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam - Roland Garros 2015 e Wimbledon 2017 -, além de um vice em Londres (2013) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Paris, em novembro de 2017, chegou ao oitavo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

Principais resultados em 2017 (24 torneios):

6 títulos: (conquistados em três pisos diferentes):
Grand Slam - Wimbledon, Londres (Inglaterra), grama 
Masters 1000 - Paris (França), rápida; Madri (Espanha), saibro; e Miami (EUA), rápida 
ATP 500 - Halle (Alemanha), grama 
ATP 250 - ‘s’Hertogenbosch (Holanda), grama 

4 vice-campeonatos:
ATP Finals – Londres (Inglaterra)
Masters 1000 - Shanghai (China), Indian Wells (EUA)
ATP 500 – Washington (EUA)

1 semifinal:
Masters 1000 - Cincinatti (EUA)

6 quartas de final:
ATP 1000 - Monte Carlo (Monaco), Roma (Itália)
ATP 500 - Roterdã (Holanda), Rio (Brasil), Viena (Áustria)
ATP 250 - Shenzhen (China) - disputado com o alemão Alexander Zverev