CAS anuncia que 28 atletas russos punidos por doping tiveram suas penas anuladas

(Foto: Getty Images)


A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que dos 42 atletas russos que haviam registrado recursos contra decisões feitas pela comissão disciplinar do Comitê Olímpico Internacional, 28 tiveram suas penas anuladas. A decisão, no entanto, não garante aos atletas o direito de participar Jogos de Inverno de PyeongChang, que começa dia 9 de fevereiro, uma vez que eles ainda dependeriam de convites do COI.

O COI, por sua vez, disse em nota que vai analisar os motivos para as decisões do CAS com cuidado assim que os documentos estiverem disponíveis e não descarta apelar. A entidade lembrou que a decisão do CAS não significa que os 28 atletas que tiveram suas penas revistas serão convidados para participarem dos Jogos Olímpicos de Inverno. Isso porque a decisão do Conselho Executivo de manter a Rússia suspensa continua valendo e, assim, somente atletas que sejam convidados podem participar.

- Não ser sancionado não confere automaticamente o privilégio de um convite. Nesse contexto, também é importante notar que o Secretário Geral do CAS garantiu que a decisão do CAS não significa que esses 28 atletas sejam declarados inocentes. - escreveu o COI em nota.

De acordo com o CAS, nos casos dos 28 atletas que tiveram suas apelações bem sucedidas, as evidências foram insuficientes para comprovar que havia violações antidoping. A decisão foi tomada de maneira unânime, e as evidências levadas pelo COI tiveram pesos diferentes em cada caso, individualmente. Outras 11 apelações foram parcialmente aceitas e outras três serão julgadas posteriormente.

Globo Esporte