quinta-feira, 8 de março de 2018

Após união na Olimpíada, Coreias desfilarão separadas na Paralimpíada

 (Foto: REUTERS/Murad Sezer)


Uma reunião na Vila Olímpica entre os Comitês Nacionais da Coreia do Norte e da Coreia do Sul decidiu rejeitar a proposta do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês) para que os países desfilem juntos na Cerimônia de Abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno, em PyeongChang. Assim, as Coreias irão participar separadamente do evento.

Após o desfile com a bandeira da península coreana nos Jogos Olímpicos de Inverno e o time conjunto de hóquei no gelo feminino, havia a expectativa para a postura que as Coreias adotariam para os Jogos Paralímpicos. O Comitê Olímpico Internacional ofereceu a mesma oportunidade para os países, mas eles recusaram. Assim, estarão sob suas próprias bandeiras no evento que será realizado nesta sexta, dia 9.

Presidente do IPC, Andrew Parsons elogiou os avanços conseguidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), mas mostrou frustração em relação à postura adotada nos Jogos Paralímpicos.

- Apesar do nosso desapontamento, respeitamos a decisão dos comitês nacionais, que decidiram desfilar separados. O COI fez um grande progresso abrindo diálogo entre as duas nações no último mês. E eu penso que ter a Coreia do Norte em PyeongChang é um grande avanço para o Movimento Paralímpico. Acredito que o fato de a Coreia do Norte estrear em Jogos Paralímpicos aqui na Coreia do Sul tem um grande significado. Durantes as conversas de hoje, ficou claro que o Comitê norte-coreano respeita e valoriza a missão e a visão do IPC. Além disso, comprometeu-se a melhorar as vidas das pessoas com deficiência na Coreia do Norte.

Andrew também comemorou que as decisões políticas foram tomadas e torce para que, a partir de agora, o foco esteja voltado para os atletas.

- Espero que agora que a decisão foi tomada 24 horas antes da Cerimônia de Abertura, o foco fique na performance dos para-atletas, não nas políticas - concluiu.

A delegação de 20 membros da Coreia do Norte, incluindo seis atletas, chegou nesta quarta-feira na Coreia do Sul. Os jogos Paralímpicos de Inverno serão realizados em PyeongChang de 9 a 18 de março.

Globo Esporte