domingo, 11 de março de 2018

Liderados por Mineirinho, Piratas dão show e levam título do Nas Ondas de Barbados

(Foto: Reprodução)


Em meio a lendas e mistérios, ondas de tirar o fôlego. Em um cenário paradisíaco, 12 dos melhores surfistas do Brasil foram às águas do Caribe para a disputa do Nas Ondas. Na pequena ilha de Barbados, divididos em três equipes, os astros fizeram uma das disputas mais intensas, definida apenas na última bateria. No fim, o time dos Piratas, formado por Adriano de Souza, o Mineirinho, Tomas Hermes, Yago Dora e Jadson Andre, levou a melhor e ficou com o título da nona edição do programa.

Os 12 surfistas foram divididos em três equipes, cada uma representando um personagem importante da história de Barbados. Caio Ibelli, Jessé Mendes, Willian Cardoso e Wiggolly Dantas formavam os Barbados, náufragos que pararam na ilha depois de caírem em armadilhas de piratas, que colocavam lampiões na orla para enganar embarcações que passavam por lá.

Ítalo Ferreira, Ian Gouveia, Michael Rodrigues e Miguel Pupo formaram o time dos nativos, índios da tribo Arawaks. Vindos da Venezuela, eles atravessaram o mar do Caribe em canoas até chegarem à ilha.

Nas águas da praia de Tropicana, dona das melhores ondas do país, os surfistas fizeram um confronto inspirado, com as equipes se alternando na dianteira. Na disputa com Wiggolly Dantas e Miguel Pupo, Jadson André levou a melhor na primeira bateria e deu a vantagem para os piratas. Na sequência, Michael Rodrigues deu o troco, bateu Tomas Hermes e Willian Cardoso e deu a primeira vitória para os nativos.

Na terceira bateria, Yago Dora foi quem venceu a disputa contra Jessé Mendes e Ian Gouveia. A disputa pelo título só foi definida na bateria final. Ítalo Ferreira teve as melhores ondas e bateu Mineirinho e Caio Ibelli. Mas, na contagem do somatório da pontuação, o troféu de campeão foi para o time dos piratas.

Confira a pontuação final e os resultados das baterias:

1ª bateria
Jadson André – 17,59 Wiggolly Dantas – 17,36 Miguel Pupo – 17,26

2ª bateria
Michael Rodrigues – 15,86 Tomas Hermes – 14,99 Willian Cardoso – 13,73

3ª bateria
Yago Dora – 16,49 Jessé Mendes – 15,46 Ian Gouveia – 10,29

4ª bateria
Ítalo Ferreira – 17,89 Mineirinho – 16,6 Caio Ibelli – 13,76

Globo Esporte